Clicky

BOM DIA INVESTIDOR: Mercados Repercutem PGR

Chart Trading 728×90

Hoje os mercados internamente terão que repercutir o noticiário que indica que a PGR (Procuradoria Geral da União) pediu a prisão de Renan Calheiros, Romero Jucá e José Sarney, processo que Teori Zavascki terá que decidir. Também faz preço nos mercados a fala da presidente do FED Janet Yellen ontem, reduzindo as chances de alta dos juros nos EUA em junho e até em julho.

As bolsas no exterior reagem em alta, com Ásia subindo, Europa acelerando e positivo também nos índices futuros do mercado americano. Internamente o dia está começando com o futuro em queda, mas quadro pode ainda ser revertido, dependendo do noticiário político. A defesa de Dilma protocolou três recursos no STF e os Estados seguem em queda de braço com a União no que tange às dívidas. Pleiteiam dois anos de suspensão, enquanto a União poderia liberar seis meses.

MetaTrader 300×250

Estudos também indicam que o reajuste do funcionalismo elevará os gastos acima da inflação, com o governo Temer tentando emplacar a limitação de gastos reais zero. A FGV anunciou que o IGP-DI de maio teve forte alta de 1,13% (anterior em 0,36%), deixando a inflação de 2016 em 4,32% e a acumulada em 12 meses em 11,26%. Os juros começaram o dia em alta para todos os vencimentos e o dólar já subia 0,56%, cotado a R$ 3,511. Na Bovespa, tendência de queda com o índice futuro perdendo 0,34%.

No segmento externo, a China desvalorizou o yuan na paridade de 6,5618 por dólar, o PBOC injetou 208 bilhões de yuan em linha de crédito para ampliar liquidez e o país perdeu reservas internacionais em maio, com o total de reservas em US$ 3,2 trilhões. A Índia manteve a taxa de juros básica em 6,5% e a Austrália também em 1,75%. Na Alemanha, a produção industrial de abril cresceu 0,8%, de esperado crescimento de 0,6%. Na zona do euro, o PIB do primeiro trimestre cresceu 0,6%, com taxa anualizada de 1,7%.

Nos EUA, o custo unitário da mão-de-obra subiu 4,5% no primeiro trimestre de 2016 e a produtividade da mão-de-obra caiu 0,6%, igual ao esperado. Janet Yellen ontem já tinha advertido sobre a baixa produtividade. Na sequência dos mercados no exterior, o petróleo WTI negociado em NY mostrava alta de 1,21%, com o barril já cotado em US$ 50,29. O euro era transacionado em queda para
US$ 1,1348 e os notes americanos de 10 anos com taxa de juros em queda para 1,72%. Ouro e prata em queda na Comex, e commodities agrícolas majoritariamente em queda na bolsa de Chicago. O minério de ferro teve nova alta acentuada no mercado spot chinês de 3,4%, com a tonelada em US$ 52,30.

O dia contempla ainda a sabatina de Ilan Goldfajn para a presidente do Bacen, a votação na comissão de ética do processo de Eduardo Cunha (divisor será a deputada Tia Eron) e mais tarde o volume de crédito para consumo nos EUA.


Assuntos desta notícia