Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

As Bolsas de Valores da Europa recuperaram as perdas nesta terça-feira, com os produtores de commodities em recuperação de preços e de metais. Os indicadores da região apontam para a continuação do desenvolvimento econômico.

Em Londres, o índice Stoxx Europe 600 subiu 0,9% para ficar aos 343,6 pontos no fechamento do pregão.

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

Entre as maiores valorizações estavam as ações da BHP Billiton e Anglo American Plc, puxando o melhor desempenho nos 19 grupos da indústria com os preços do minério de ferro subindo 0,85% na China.

Os indicadores mostraram hoje que a economia da Eurozona está dinâmica para o mês de agosto, com um compósito Índice de Gerentes de Compras para a região de 19 nações postando sua expansão mais forte em sete meses. O volume de ações negociadas foi de 18% menor do que a média de 30 dias.

Em Frankfurt, o euro era cotado a US$ 1,1323 às 15h GMT (12h de Brasília) desta terça-feira no mercado de divisas, mantendo o valor da sessão de ontem no mesmo horário. Já o Banco Central Europeu (BCE) fixou o câmbio oficial do euro em US$ 1,1339.

Ao final da jornada, em Milão, o índice FTSE-MIB subiu 2,50% aos 16.778 pontos. Em Madri, o índice Ibex 35 ficou em alta de 1,33% aos 8.580 pontos. Em Paris, o índice CAC-40 subiu 0,72% aos 4.421 pontos. Em Frankfurt, o índice DAX 30 subiu 0,94% aos 10.592 pontos. Em Londres, o índice FTSE-100 subiu 0,59% aos 6.868 pontos. E, em Lisboa, o índice PSI-20 caiu 0,12% aos 4.699 pontos.

A prévia do PMI Composto da Eurozona para as primeiras semanas de agosto estava em 53,3, ante os 53,2 de julho. São sete meses em alta.

A prévia do Índice PMI da Atividade de Serviços da Eurozona estava em 53,1 nas primeiras semanas de agosto, ante os 52,9 de julho. São três meses de alta.

A prévia do PMI para o setor de Manufaturados estava em 51,8, em agosto, ante os 52,0 de julho. São três meses de baixa.

A prévia do PMI de Saída do setor de Manufaturados da Eurozona estava em 54,0 nas primeiras semanas de agosto, ante os 53,9 de julho. São oito meses de alta e todos os dados são do Markit Economics, coletados até o último dia 12 e apresentados nesta terça-feira.

Já para a Alemanha, a principal economia da Europa, a prévia do PMI Composto estava em 54,4 ante os 55,3 de julho. São dois meses de baixa.

A prévia do PMI da Atividade de Serviços estava em 53,3 para agosto, ante os 54,4 de julho. São 15 meses de baixa.

A prévia do PMI do setor de Manufaturados para as primeiras semanas de agosto estava em 53,6, ante os 53,8 de julho. São três meses de queda.

A prévia do PMI de Saída para os Manufaturados estava em 56,6, em agosto, ante os 57,0 de julho. São dois meses recuados.

Para a França, a prévia do PMI Composto de Saída estava em 51,6, nas primeiras semanas de agosto, ante os 50,1 de julho. São 10 meses de alta

A prévia do PMI para a Atividade de Serviços estava em 52,0, em agosto, ante os 50,5 de julho. São 10 meses de alta.

O PMI de Saída para o setor de Manufaturados na prévia para as primeiras semanas de agosto estava em 50,0, ante os 48,8 de julho. São cinco meses de alta.

A prévia do PMI do setor de Manufaturados estava em 48,5, em agosto, ante os 48,6 de julho. São dois meses de baixa.


Assuntos desta notícia