Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

Os investidores dos mercados acionários do Velho Continente simplesmente recuaram nas negociações de hoje. A cautela, como nos demais, fica agora para o Federal Reserve e a política monetária dos Estados Unidos. Pesa também a reunião, que começa no dia 21 e será a primeira no comando de Jerome Powell, a postura de como ele vai ligar com o fortalecimento econômico, com mais empregos e inflação avançando.

Ao final da jornada, o índice Stoxx Europe 600 ficou em queda de 0,98% aos 379.49, em Londres; o FTSE-MIB (Milão) ficou em queda de 0,32% aos 22.690; o Ibex 35 (Madri) ficou em queda de 0,37% aos 9.691; o DAX 30 (Frankfurt) ficou em queda de 1,59% aos 12.221; o FTSE-100 (Londres) ficou em queda de 1,05% a 7.138; o CAC 40 (Paris) caiu 0,64% aos 5.242; e o PSI-20 (Lisboa) ficou em queda de 0,23% aos 5.425.

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

Ainda influenciou o comportamento dos índices nesta terça-feira, os indicadores apresentados para a Zona do Euro e Reino Unido.

Nesta sessão, o euro voltou a ganhar força ante o dólar. Na Nyse, a moeda estava em alta de 0,51% a US$1,2403. A libra estava em alta de 0,53% a US$1.3984.

A força do euro pode pressionar as receitas para os exportadores europeus, porque torna os produtos e serviços mais caros para compradores estrangeiros. A força da libra esterlina pode gerar ganhos feitos por empresas multinacionais que pesam sobre o FTSE 100 (bolsa de Londres).

Nos Estados Unidos, para o mês de fevereiro, o índice de preços ao consumidor subiu 0,2%, combinando expectativas. Essa leitura agravou as preocupações de que o Fed aumentará as taxas de juros quatro vezes em 2018, em vez de três como esperado anteriormente. Isso implica um aumento nos custos de empréstimos para empresas em todo o mundo. Taxas de juros mais elevadas podem atrair investidores para a moeda de um país. A taxa de inflação anual dos Estados Unidos está em 1,7%.

Entre as ações com ganhos estavam as da E.ON SE, saltando 4,8%, com a empresa alemã afirmando que vai elevar o dividendo ante o lucro líquido anual em € 3,93 bilhões (US $ 4,85 bilhões), auxiliado pela taxa de imposto reduzida dos Estados Unidos. A E.ON também espera cortar cerca de 5 mil empregos na fusão com a Innogy SE, que assumirá o controle de ativos com a RWE AG.

As ações da gigante Antofagasta PLC subiram 2,7%, depois que o produtor de cobre registrou aumento quarto vezes maior no lucro líquido de 2017.


Assuntos desta notícia