Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

Mesmo com o radar nas ameaças dos Estados Unidos contra a Síria e a disputa comercial com a China, os investidores dos mercados acionários do Velho Continente descolaram do cenário externo e partiram para as compras nesta sexta-feira. Com isso, os índices principais fecham a terceira semana no azul. Entre os destaques nesta sessão da bolsa de Frankfurt ficou a gigante Volkswagen, com o Conselho da montadora substituindo o CEO.

Ao final da jornada, o índice Stoxx Europe 600 ficou em alta de 0,10% aos 379.20, em Londres, e na semana o ganho foi de 1,2%; o FTSE-MIB (Milão) ficou em alta de 0,11% aos 23.330; o Ibex 35 (Madri) ficou em alta de 0,21% aos 9.767; o DAX 30 (Frankfurt) ficou em alta de 0,22% aos 12.442; o FTSE-100 (Londres) ficou em alta de 0,09% a 7.264; o CAC 40 (Paris) ficou em alta de 0,11% aos 5.315; e o PSI-20 (Lisboa) ficou em queda de 0,18% a 5.477.

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

As tensões geopolíticas chamaram a atenção dos investidores, com a atenção ao longo da semana para as ameaças dos Estados Unidos de uma investida na Síria em resposta a um suspeito ataque com armas químicas que matou e feriu vários civis perto de Damasco.

Sobre as relações comerciais entra a China e os Estados Unidos, nas últimas semanas, a pressão sobre Pequim deu uma aliviada, porém, a Casa Branca anunciou que na próxima semana serão detalhas as lista de produtos e as tarifas das importações chinesas. A lista, segundo a Casa Branca, contempla US$ 100 bilhões de dólares.

Entre as ações com perdas estavam as da Rolls-Royce, queda de 1,6%. A fabricante de motores de aeronaves disse que precisa realizar inspeções adicionais em algumas versões de seus motores Trent 1000, levando a custos mais altos do que o esperado em 2018 .

As ações da Volkswagen AG subiram 0,4%, depois que o conselho de administração da montadora substituiu o presidente-executivo, Matthias Müller por Herbert Diess como parte de uma reestruturação mais ampla de seus negócios automotivos.

A Alstom SA subiu 0,5% depois que o consórcio liderado pela fabricante de trens francesa assinou um contrato avaliado em € 1,8 bilhão (US $ 2,22 bilhões) para fornecer um sistema de metrô sem operador de 67 quilômetros em Montreal.

Indicadores

Na Zona do Euro, a  primeira estimativa para as exportações de bens para o resto do mundo em fevereiro de 2018 foi de € 177,5 bilhões, um aumento de 3,0% em comparação com fevereiro de 2017 (€ 172,3 bilhões). As importações do resto do mundo ficaram em € 158,6 bilhões, um aumento de 1,5% em relação a fevereiro de 2017 (€ 156,2 bilhões). Como resultado, a Zona do Euro registou €18,9 bilhões em excedente no comércio de bens com o resto do mundo em fevereiro de 2018, em comparação com € 16,1 bilhões em fevereiro de 2017. O comércio intra-área do euro subiu para € 153,7 bilhões em fevereiro de 2018, um aumento de 3,9% em relação a fevereiro de 2017.

A primeira estimativa para as exportações extra-UE28 de bens em Fevereiro de 2018 foi de €149,2 bilhões, um aumento de 1,7% em Fevereiro de 2017 (€146,7 bilhões de euros). As importações do resto do mundo ficaram em € 145,9 bilhões, uma queda de 0,4% Fevereiro de 2017 (€ 146,5 bilhões de euros). Como resultado, a UE28 registrou um excedente de €3,3 bilhões de euros no comércio de bens com o resto do mundo em fevereiro de 2018, em comparação com + € 0,2 bilhão em fevereiro de 2017. O comércio intra-UE28 subiu para € 277,4 bilhões em fevereiro 2018, + 3,5% em comparação com fevereiro de 2017.


Assuntos desta notícia