Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

O mercado financeiro reduziu novamente suas expectativas para o Produto Interno Bruto (PIB) em 2018. A projeção de crescimento do PIB este ano caiu de 2,75% para 2,70%, sendo que há quatro semanas, a estimativa era de expansão de 2,80%. Para 2019, o mercado manteve a previsão de alta de 3,00% para o produto, mesmo patamar de quatro semanas atrás. Os números constam no Boletim Focus, compilado apresentado todas as segundas-feiras pelo Banco Central do Brasil.

Para a produção industrial de 2018, a projeção passou de alta de 4,28% para avanço de 3,81%. Há um mês, estava em 4,29%. No caso de 2019, a estimativa de crescimento da produção industrial seguiu em 3,50%, igual ao verificado quatro semanas antes.

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

Para a balança comercial, o BCB considerou de uma alta de 56,10% para a queda de 55,00%, sendo que em quatro semanas o número era de alta de 55,00%. Para a taxa de câmbio, o número passou de R$3,35 para R$3,37 ante a projeção de quatro semanas de R$3,30.

A pesquisa mostrou ainda que a projeção para o indicador que mede a relação entre a dívida líquida do setor público e o PIB para 2018 seguiu em 55,00%. Há um mês, estava no mesmo patamar. Para 2019, a expectativa permaneceu em 57,00%, ante 57,20% de um mês atrás.

A taxa Selic não sofreu alteração com a projeção dos analistas em 6,25% ao ano.


Assuntos desta notícia