Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

Os investidores estão mantendo a cautela nas negociações desta quarta-feira, com a temporada de balanços, Brexit e campanha presidencial nos Estados Unidos. Os preços das commodities também estão pesando, principalmente, com a atenção para a divulgação dos estoques de petróleo dos Estados Unidos.

Por aqui, o governo conseguiu uma vitória com a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC 241). Apertado? Nem tanto!

MetaTrader 300×250

O Plenário da Câmara dos Deputados trabalhou mais de 14 horas para decidir no segundo turno a PEC 241, que estabelece o limite para os gastos federais para os próximos 20 anos, corrigindo-os pela inflação acumulada do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). A PEC foi aprovada por 359 votos a 116.

Ainda hoje, o Supremo Tribunal Federal vai discutir outro tema polêmico, a Desaposentação, que divide analistas, sindicalistas e já é debate na sociedade.

Do lado econômico, o Índice de Preços ao Consumidor (IPC), medido pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) na cidade de São Paulo, acelerou na terceira quadrissemana ao passar de 0,02% para 0,18%. O avanço foi puxado, principalmente, por três dos sete grupos pesquisados: transportes (de 0,50% para 0,57%), despesas pessoais (de 0,28% para 0,64%) e habitação (de 0,06% para 0,15%).

A FGV /IBRE apresentou o  Índice Nacional de Custo da Construção – M (INCC-M), que  em outubro teve  variação de 0,17%, abaixo do resultado do mês anterior, de 0,37%. O índice relativo a Materiais, Equipamentos e Serviços registrou variação de 0,03%. No mês anterior, a taxa havia sido de 0,16%. O índice referente à Mão de Obra registrou variação de 0,30%. No mês anterior, a taxa de variação foi de 0,55%. O INCC-Mé calculado com base nos preços coletados entre os dias 21 do mês anterior e 20 do mês de referência.

No mercado acionário, a Bovespa opera em queda. Há pouco, o Ibovespa estava em queda de 0,72% aos 63.400 pontos. O volume financeiro segue para os R$2 bilhões.

O dólar comercial segue em R$3, 123 para a compra e R$3,124 para a venda, alta de 0,56%.

ÁSIA

As ações asiáticas recuaram nesta quarta-feira, com as ações de energia deslizando com os preços do petróleo e com os lucros decepcionantes da Apple Inc. As ações japonesas subiram com resultados positivos de empresas.

As empresas de energia lideraram as perdas entre os 11 grupos industriais do MSCI, com a queda no petróleo.

A Samsung Electronics Co. recuou depois que a Apple relatou preços para seus smartphones e prever a rentabilidade menor do que o esperado.

As ações da Great Wall Motor Co. caíram 11%, em Hong Kong. O índice Hang Seng caiu, enquanto os investidores esperam pelos resultados do Bank of China do terceiro trimestre.

O Índice MSCI Asia Pacific caiu 0,1% para ficar aos 140,22, em Hong Kong, e o Hang Seng ficou em queda de 1,02% aos 23.325 pontos. O índice SSE Composite, bolsa de Xangai, ficou em queda de 0,50% aos 3.116 pontos. Na Coreia do Sul, o Kospi ficou em queda de 0,89% a 2.828 pontos. Na Índia, o índice BSE Sensex da bolsa de Bombai ficou em queda de 0,91% aos 27.836 pontos. Em Tóquio, o Nikkei 225 ficou em alta de 0,15% aos 17.391 pontos. O índice Tpoix, Japão, fechou em alta de 0,4%, embalado pelas ações da NTT Docomo, alta de 2,8%, depois dos resultados.

O preço do petróleo WTI caiu 1% no pregão asiático, depois dos dados da indústria divulgados, os estoques dos Estados Unidos e com a Rússia reavaliando seu corte na produção.

EUROPA

As bolsas europeias estão operando no vermelho, com os resultados fiscais no radar, em dia de agenda enfraquecida.  Por outro lado, os negociadores de ações do Reino Unido, com índice principal dividido entre altos e baixos, estão deixando de lado o otimismo com o Brexit e com a primeira-ministra Theresa May preparando os detalhes para iniciar as negociações da saída do Reino Unido do bloco.

O aumento no FTSE 100, 12%, durante o mês se deu com a libra em queda. A moeda oscilou quase 7.000 no mês, embora não tenha conseguido manter o recorde intraday em 11 de outubro. Hoje, a moeda caía 0,5%, em Londres.

Perto do fechamento, em Londres, o índice Stoxx Europe 600 caía 2,37% aos 340,70 pontos. Em Milão, o índice FTSE-MIB caía 0,08% aos 17.215 pontos. Em Madri, o índice Ibex 35 recuava 0,08% aos 9.146 pontos. Em Frankfurt, o índice DAX 30 estava em queda 0,66% aos 10.686 pontos. Em Paris, o índice CAC 40 estava em queda de 0,42% aos 4.521 pontos. Em Londres, o índice FTSE-100 caía 0,96% aos 6.950 pontos. E, em Lisboa, o índice PSI-20 recuava 0,23% aos 4.701 pontos.

O indicador GfK de confiança do consumidor da Alemanha prevê 9,7 pontos para novembro, depois de uma figura de 10,0 pontos em outubro. Assim, o indicador caiu abaixo da marca de 10 pontos para a primeira vez desde junho 2016.

Após três quedas sucessivas, as expectativas econômicas melhoraram novamente em outubro. O indicador ganhou 6,2 pontos, subindo assim para um valor de 13,0 pontos. Isto representa um aumento de 15,9 pontos em comparação com o correspondente período do ano passado.

ESTADOS UNIDOS

Em Wall Street, os futuros operam no vermelho nesta quarta-feira, com a temporada de balanços dividida. Resultados de algumas gigantes, como a Apple, estão decepcionando.

Há pouco, o futuro Dow Jones estava em queda de 0,57% aos 17.993 pontos; o futuro S&P perdia 0,49% aos 2.127 pontos; e o futuro Nasdaq recuava 0,61% aos 4.856 pontos.

A Apple Inc. registrou seu primeiro declínio receita anual em 15 anos. Para seu quarto trimestre fiscal, encerrado em 24 de setembro, a Apple anunciou seu terceiro declínio consecutivo em receita e lucro. O lucro líquido caiu 19% para US $ 9 bilhões, ou US $ 1,67 por ação, de US $ 11,1 bilhões, ou US $ 1,96 por ação, no mesmo período  do ano passado. A receita caiu 9%, para US $ 46,9 bilhões, antes do lançamento do iPhone 7, que foi colocado à venda uma semana antes do final do trimestre.

O iPhone foi responsável por 63% da receita da Apple no ano fiscal recém-concluído, mas o crescimento no mercado de smartphones tem diminuído recentemente e hábitos de compra do consumidor estão mudando. No quarto trimestre, a Apple disse que vendeu 45,5 milhões de iPhones, 2,5 milhões a menos do que um ano antes.

A campanha presidencial, com as votações iniciadas em alguns distritos dos Estados Unidos, já está levantando a cautela entre os negociadores.

Sobre os indicadores, os estoques de varejo subiram 0,3% contra os 0,6% na última leitura. Os estoques no atacado aumentaram 0,2% ante o 0,1% de setembro. Os estoques do varejo para setembro aumentaram 0,3%. No mês anterior o indicador marcou 0,6%.

Fora os veículos, os estoques aumentaram  0,1% ante os  0,3% na última leitura. Os estoques mais altos são positivos para o PIB em geral, mas o ganho é ainda modesto.

O avançado PIB dos Estados Unidos para o terceiro trimestre, conforme estimativas de economistas, está centrado em torno de 2,5%.  Os dados são do Census.

Commodities

O barril de petróleo Brent para entrega em dezembro abriu nesta quarta-feira no mercado de futuros de Londres cotado a US$ 50,18, baixa de 1,20% frente ao fechamento da sessão anterior.

O minério de ferro negociado no porto de Qingdao manteve a valorização em 1,76% aos US$63,07 a tonelada seca.

*Informações completas no BOLETIM DE FECHAMENTO


Assuntos desta notícia