Clicky

Chart Trading 728×90

Os investidores dos mercados globais seguiram divididos nas negociações desta quinta-feira, com balanços corporativos mistos. A campanha presidencial nos Estados Unidos também ficou no cardápio do dia, além de indicadores do setor de trabalho elevando ainda mais o apetite do Federal Reserve para mexer com as taxas de juros ainda este ano.

Por aqui, o IBGE divulgou a taxa de desemprego na pesquisa PNAD Contínua foi estimada em 11,8% no trimestre móvel encerrado em setembro de 2016, elevação de 0,5 ponto percentual (p.p.) em relação ao período entre abril e junho deste ano (11,3%). Na comparação com o mesmo trimestre móvel do ano anterior, julho a setembro de 2015, quando a taxa foi estimada em 8,9%, o quadro também foi de elevação (2,9 p.p.).

Profitchart Pro 300×250

Na série Polícia Federal, hoje deflagrada  a 11ª fase da Operação Acrônimo em três estados (Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais) e no Distrito Federal. Estão sendo cumpridos 20 mandados judiciais, sendo dez de buscas e dez conduções coercitivas. Os mandados foram autorizados pelo juiz Ricardo Augusto Soares Leite da 10ª Vara Federal de Brasília.

Já a queda da arrecadação e o aumento de gastos obrigatórios fizeram o Governo Central (Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central) registrar em setembro o maior déficit primário da história para o mês. O resultado negativo no período somou R$ 25,303 bilhões, valor cerca de R$ 5 bilhões maior que o déficit de R$ 20,409 bilhões registrado em setembro do ano passado.

Entre as grandes empresas que divulgaram resultados financeiros estava a Vale, que apesar do resultado baixo a mineradora conseguiu reverter o prejuízo do trimestre anterior. Com isso, a grande expectativas dos investidores, tanto nacional como estrangeiro, fica para o Petrobras. Vale ressaltar que as duas gigantes tem maior peso na Bolsa de Valores de São Paulo.

Do lado acionário, a Bovespa buscou hoje os 65 mil pontos e fechou em alta de 0,66%.

O dólar comercial fechou em alta, mas mantendo a banda informal de R$3,10. A desvalorização da moeda, segundo os analistas, é por conta da proximidade do im do prazo para a regularização dos recursos externos junto à Receita Federal.

Conforme o comunicado da Receita, até às 5 da tarde de hoje haviam sido recepcionadas 21.676 declaração (DERCAT – Regime Especial de Regularização Cambial e Tributária) de Pessoas Físicas e 70 de Pessoas Jurídicas, totalizando R$ 152,6 bilhões de ativos regularizados e R$ 45,78 bilhões de imposto e multa decorrentes da regularização (Ver detalhes em Moedas).

Enquanto isso, nos demais mercados, a corrida presidencial dos Estados Unidos e a atuação do Federal Reserve seguiram na pauta.

No Velho Continente, além dos balanços e indicadores, o resultado do PIB do Reino Unido também pesou.

ÁSIA

As ações asiáticas caíram como exploradores de petróleo empurrado para baixo os índices de peso de Hong Kong. Por outro lado, pesou no humor dos investidores os resultados das empresas, como a Samsung Electronics Co..

O Cnooc Ltd., o maior produtor de petróleo e gás offshore da China, perdeu 2,5%, em Hong Kong, depois que as vendas do terceiro trimestre caíram mais de 15%, arrastando para baixo as ações de energia. A Canon Inc. perdeu 3%, em Tóquio, depois de cortar sua previsão de lucro operacional. A  China Petroleum & Chemical Corp. perderam 1,4% e PetroChina Co. diminuiu 2%.

O Índice MSCI Asia Pacific caiu 0,6% para ficar aos 139,09, em Hong Kong, e o Hang Seng ficou em queda de 0,83% aos 23.132 pontos. O índice SSE Composite, bolsa de Xangai, ficou em queda de 0,13% aos 3.112 pontos. Na Coreia do Sul, o Kospi ficou em queda de 0,01% a 2.828 pontos. Na Índia, o índice BSE Sensex da bolsa de Bombai ficou em alta de 0,29% aos 27.915 pontos. Em Tóquio, o Nikkei 225 ficou em queda de 0,32% aos 17.336 pontos. O índice Topix, Japão, fechou em queda de 0,1%.

Os negociadores asiáticos também estão atentos para o desenrolar da campanha presidencial nos Estados Unidos -08 de novembro- e um aumento da taxa de juros pelos Federal Reserve antes do final do ano. Além disso, os investidores também estão atentos para a reunião de dois dias do Banco do Japão, 31 outubro e 01 novembro.

EUROPA

As Bolsas da Europa fecharam sem direção nesta quinta-feira, com os resultados financeiros de grandes players. Os investidores estão avaliando as perspectivas de lucros com o Brexit e o  resultado do PIB do Reino Unido.

Os papéis da Telefonica caíram 1%, com a empresa de telefonia mais endividada da Europa, cortando seu dividendo 2017, depois de não conseguir vender sua unidade sem fio do Reino Unido.

As ações da ABB caíram 6,6%, depois que a empresa registrou um declínio nas encomendas, com sinal negativo para as vendas futuras.

As ações da Nokia Oyj caíam 7,6%, depois da desaceleração da demanda por equipamentos da rede sem fio neste trimestre. As ações da Barclays Plc subiram 4,8%, depois de reportar um aumento no lucro.

Ao final da jornada, em Londres, o índice Stoxx Europe 600 ficou estável as 341.71 pontos. Em Milão, o índice FTSE-MIB subiu 0,84% aos 17.426 pontos. Em Madri, o índice Ibex 35 subiu 0,26% aos 9.197 pontos. Em Frankfurt, o índice DAX 30 subiu 0,07% aos 10.717 pontos. Em Paris, o índice CAC 40 ficou em queda de 0,02% aos 4.533 pontos. Em Londres, o índice FTSE-100 subiu 0,41% aos 6.986 pontos. E, em Lisboa, o índice PSI-20 ficou em queda de 0,55% aos 4.675 pontos.

Na Espanha, o número de pessoas empregadas aumentou em 226.500 no terceiro trimestre de 2016 em relação ao trimestre anterior, 1,24%, e está em 18.527.500. Em termos dessazonalizados, a variação trimestral é de 0,77%. O emprego aumentou em 478.800 pessoas nos últimos 12 meses. A taxa anual é de 2,65%. Os dados são do Instituto Nacional de Estatísticas.

ESTADOS UNIDOS

A Bolsa de Nova York fechou em queda nesta quinta-feira, com os investidores digerindo os indicadores e balanços financeiros. A atenção também está voltada para o Federal Reserve, que realiza a penúltima reunião nos próximos dias.

Ao final, o Dow Jones 30 ficou em queda de 0,16% aos 18.169 pontos; o S&P recuado em 0,30% aos 2.133 pontos; e o Nasdaq caiu 0,65% aos 5.215 pontos.

No principal indicador, as altas mais expressivas foram dos títulos de Verizon (1,93%), Dupont (1,78%) – que recuperou um pouco da queda de ontem – e IBM (1,05%).

As quedas mais acentuadas foram das ações de Boeing (-1,49%), Caterpillar (-1,34%) e Chevron (-1,23%), mas a mais destacada foi as da Apple, de 0,93%, após a empresa anunciar, entre outros produtos, uma nova geração de seu computador portátil MacBook Pro, que chega às lojas com um preço mais elevado do que versões anteriores. Essas informações são da Agência Efe.

Os pedidos de auxílio-desemprego nos Estados Unidos caíram pela primeira vez em três semanas. As reivindicações recuaram em 3 mil para 258 mil na semana encerrada em 22 de outubro, conforme informou nesta quinta-feira o Departamento do Trabalho. Com isso, os pedidos caíram para o nível mais baixo desde junho de 2000.

A melhoria do mercado de trabalho e a taxa de desemprego estão variando em 5% este ano, com menos candidatos qualificados disponíveis, o que acabou levando os empregadores a manter seus funcionários.

Ainda hoje, as encomendas de equipamentos caíram em setembro, indicando o investimento empresarial está enfrentando dificuldade para ganhar tração.

As reservas para bens de capital não-militares excluindo aeronaves caiu 1,2%, apagando a 1,2% de ganho de agosto, mais forte do que o relatado anteriormente, os dados do Departamento de Comércio apresentados nesta quinta-feira.

O investimento empresarial permaneceu lento no terceiro trimestre com a demanda moderada e a fraqueza no exterior.

ARGENTINA

O índice Merval da Bolsa de Comércio de Buenos Aires fechou nesta quinta-feira em baixa de 0,67%, aos 18.065,61 pontos.

Já o Índice Geral da Bolsa caiu 0,55%, para 780.244,23 pontos, e o Merval 25 recuou 0,67% e fechou aos 19.507,37.

No pregão foram negociados 309,99 milhões de pesos argentinos em títulos (US$ 20,43 milhões), com 25 em alta, 49 em baixa e 9 estáveis.

No mercado de câmbio, o dólar fechou estável, cotado a 15 pesos para compra e 15,40 pesos para venda.

BRASIL

Bovespa fechou em alta nesta quinta-feira, com as ações da Petrobras e Vale operando com ganhos. O radar também ficou para a temporada de resultados fiscais nos cenários interno e externo. Os preços do petróleo também fecharam para cima.

Ao final, o Ibovespa ficou em alta de 0,66% aos 64.249 pontos. O volume financeiro ficou em R$8 bilhões.

Entre as ações com ganhos estavam as da Usiminas PNA, alta de 2,92%; Gerdau Metalúrgica PN, alta de 2,64%; Smiles ON, alta de 0,98%; Cemig PN, alta de 2,60%; AMBEV ON, alta de 0,10%; e Cosan ON, alta de 2,18%.

Entre as ações com ganhos ficaram as do Brasil ON, alta de 5,12%; Cosan ON, alta de 4,12%; Itausa PN, alta 2,14%; Itauunibanco PN, alta de 2,14%; e Cemig PN, alta de 2,82%.

Na contramão ficaram as ações da  JBS ON, queda de 4,21%/ Natura ON, queda 4,21%; Marfrig ON, queda de 1,91%; Localiza ON, queda de 2,25%; BR Malls Par ON, queda de 1,89%.

A Vale ON fechou em queda de 0,38% e a PN, alta de 1,06% e a Petrobras ON, alta de 0,21% e a PN, queda de 0,06%.

Carteira teórica

Na carteira teórica, que vigora entre 05 de setembro de 2016 a 29 de dezembro de 2016, estão os cinco ativos que apresentaram o maior peso na composição do Ibovespa estão Itauunibanco PN (10,594%), Ambev S/A ON (8,588%), Bradesco PN (7,955%), Petrobras PN (5,523%) e Petrobras ON (4,268%).

Moedas

O dólar comercial fechou em alta nesta quinta-feira. Ao final, a moeda ficou cotada aos R$3,153 para a compra e R$3, 155 para a venda, alta de 0,42%.

O euro fechou aos R$3,452 para a compra e R$3,457 para a venda, 0,90%.

Em Frankfurt,  o euro era cotado a US$ 1,0920 às 15h GMT (13h de Brasília) desta quinta-feira no mercado de divisas, o valor da sessão de ontem no mesmo horário. Por sua vez, o Banco Central Europeu (BCE) fixou o câmbio oficial do euro em US$ 1,0927.

O Banco Central ofertou 5.000 contratos de swap cambial. Todos os contratos foram negociados.

A Receita Federal informou que até às 5 da tarde de hoje haviam sido recepcionadas 21.676 DERCAT (Regime Especial de Regularização Cambial e Tributária) de Pessoas Físicas e 70 de Pessoas Jurídicas, totalizando R$ 152,6 bilhões de ativos regularizados e R$ 45,78 bilhões de imposto e multa decorrentes da regularização.

A RF alerta também que a regularização cambial e tributária termina em 31 de outubro.  O aplicativo para o preenchimento e a apresentação da DERCAT está em funcionamento 24 horas por dia, inclusive durante o próximo final de semana.

O alerta segue para o serviço de recepção da DERCAT , que será interrompido às 23h59min59s, horário de Brasília, do dia 31 de outubro de 2016.

O aplicativo da DERCAT está disponível no e-CAC, no endereço https://www3.cav.receita.fazenda.gov.br, em “Declarações e Demonstrativos”.

Commodities

O barril do Petróleo Intermediário do Texas (WTI, leve) fechou nesta quinta-feira em alta de 1,1%, cotado a US$ 49,72, em meio a versões diferentes sobre novas tentativas de coordenar uma redução na oferta internacional de petróleo.

Ao final da sessão na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), os contratos futuros do WTI para entrega em dezembro subiram US$ 0,54 em relação ao fechamento de ontem.

O barril de petróleo Brent para entrega em dezembro fechou nesta quarta-feira em alta de 0,98% no mercado de futuros de Londres, cotado a US$ 50,47.

O petróleo do Mar do Norte, de referência na Europa, terminou a sessão no International Exchange Futures (ICE) US$ 0,49 abaixo do valor final da sessão de ontem, que foi de US$ 49,98.

O minério de ferro negociado no porto de Taijin fechou em alta de 0,20% aos US$62,30.

 


Assuntos desta notícia