Clicky

MetaTrader 728×90

Os investidores dos mercados acionários globais estão partindo para o risco no começo da tarde desta terça-feira. O motivo justificado para o bom humor foi a China, que novamente apresentou dados importantes de sua economia em forte crescimento (Ver abaixo).

Por aqui, a primeira prévia de janeiro do Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M), usado no reajuste de contratos de aluguel, registrou uma inflação de 0,86%, taxa superior ao 0,2% da primeira prévia de dezembro. O IGP-M acumula taxa de 6,88% em 12 meses, segundo a FGV

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

A primeira prévia de janeiro de 2017 do IGP-M foi calculada com base em preços coletados entre os dias 21 e 31 do mês de dezembro de 2016.

Já a Pesquisa de taxas de juros realizada pelo Procon-SP, órgão vinculado à Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania do Estado de São Paulo, em 4 de janeiro e divulgada nesta terça-feira, aponta que, todas as seis instituições financeiras que fazem parte do levantamento (Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica Federal, Itaú, Safra e Santander) mantiveram a taxa do empréstimo pessoal do cheque especial.

A taxa média dos bancos pesquisados foi de 6,51% ao mês, igual ao anterior. A maior taxa praticada foi pelo Santander, 8,49% a.m., e a menor pela Caixa, 5,7% a.m..

A taxa média dos bancos pesquisados foi de 13,6% a.m., igual ao mês anterior. A maior taxa praticada foi pelo Santander, 15,49% a.m., e a menor pela Safra, 12,6% a.m..

O IBGE mostrou que as vendas do comércio varejista do país fecharam novembro com crescimento de 2% em relação a outubro, na série livre de influências sazonais, interrompendo uma sequência de quatro taxas negativas consecutivas e que levou o setor a fechar o período janeiro-novembro com queda de 6,4%, na comparação com o mesmo período de 2015.

Os dados da Pesquisa Mensal do Comércio (PMC) foram divulgados hoje e indicam que, em novembro, a receita nominal do setor cresceu 0,9% frente a outubro.

A Bovespa opera em forte alta embalada pela China e acima dos 62 pontos.

O dólar comercial segue em  queda nesta terça-feira.

Há pouco,  no interbancário, a moeda estava cotada aos R$3,183 para a compra e R$3, 184 para a venda, queda de 0,37%.

ÁSIA

As ações asiáticas subiram nesta terça-feira, com os resultados das empresas de saúde. As ações do Japão recuaram com o iene mais forte a ajudando os exportadores.

Em Hong Kong, os mercados subiram com a Alibaba Group Holding liderando os ganhos com o interesse na compra da loja de departamento Intime Retail Group Co. por US$2,6 bilhões.

O recuo da bolsa de Tóquio se deu com os papéis dos bancos e exportadores.

Ao final, o Índice MSCI Asia Pacific subiu 0,2%, com sete dos 11 grupos industriais subindo. O índice Asia Dow ficou em alta de 0,43% aos 3.012 pontos. Em Hong Kong, o Hang Seng ficou em alta de 0,83% aos 22.744 pontos. Na China, o índice SSE Composite, da bolsa de Xangai ficou em queda de 0,30% aos 3.161 pontos. Na Coreia do Sul, o índice Kospi ficou em queda de 0,02% aos 2.048 pontos. Na Índia, o índice BSE da bolsa de Bombai ficou em alta de 0,65% aos 26.899 pontos. O Nikkei 225 ficou em queda de 0,79% aos 19.301 pontos.

A inflação ao consumidor chinês subiu a um ritmo mais lento, porém, constante, enquanto a medida dos preços de preços nas fábricas melhorou acentuadamente, apontando para o aumento da produtividade e crescimento da economia.

O índice de preços ao consumidor (CPI) avançou 2,1% em relação a um ano atrás, depois de subir 2,3% em novembro. Os dados são do Escritório Nacional de Estatísticas e foram apresentados nesta terça-feira . Os analistas apontavam para o crescimento do IPC anualizado de 2,3%.

Em relação a novembro, a inflação ao consumidor subiu 0,2%, após um aumento de 0,1% no mês anterior. As previsões exigiam um ganho de 0,3% em relação ao mês anterior.

A confiança do consumidor no Japão subiu para o nível mais alto em mais de três anos no mês de dezembro, segundo dados do Gabinete do Governo divulgados nesta terça-feira.

O índice de confiança do consumidor melhorou para 43,1 em dezembro de 40,9 no mês anterior. Este foi o maior desde setembro de 2013, quando a pontuação foi de 45,4.

O indicador para a subsistência total aumentou para 42.0 de 40.1 em novembro. Da mesma forma, o indicador para o crescimento da renda melhorou para 41,9 de 40,4 há um mês.

O índice de emprego subiu para 45,7 de 42,5 e o indicador para a vontade de comprar veio em 42,8 contra 40,5 em novembro.A pesquisa foi conduzida entre 8.400 casas em 15 de dezembro.

Um indicador separado dos preços de fábrica, conhecido como Índice de Preços ao Produtor (IPP), subiu 5,5% nos 12 meses até dezembro, em comparação com as previsões, que apontavam para um ganho de 4,6% ano a ano. Esse foi o nível mais alto desde 2011.

A inflação dos produtores aumentou em cada um dos últimos quatro meses, causando uma queda de quase cinco anos.

A deflação ao nível do produtor vem enfraquecendo durante todo o ano, uma vez que o crescimento mais lento permitiu à economia absorver a capacidade disponível. O índice de preços ao produtor tornou-se positivo em setembro e permaneceu em alta desde então.

A economia da China está lentamente reequilibrando, embora os riscos se desviem graças a uma das maiores bolhas de ativos da história.

Pequim alcançará facilmente seu objetivo de crescimento anual de entre 6,5% e 7%. O Produto Interno Bruto (PIB) cresceu 6,7% em cada um dos últimos três trimestres.

EUROPA

As bolsas europeias operam com ganhos nesta terça-feira. As empresas de commodities são as maiores ganhadoras e ofuscando as perdas das de serviços públicos e bancos.

O índice principal da bolsa de Londres, FTSE 100, opera com ganhos embalado pela libra esterlina recuando e beneficiando os exportadores e as mineradoras.

Nos mercados europeus também estão refletindo os dados da China mostrando que os preços de fábrica subiram no ritmo mais rápido em cinco anos no mês de dezembro.

Os avanços nas lojas de conveniência do Reino Unido estão pesando, com os supermercados Wm Morrison Plc em alta de 3,9%, depois de elevar sua previsão de lucro. O bom humor se dá com as vendas melhores de Natal em sete anos.

Perto do fechamento, em Londres, o índice Stoxx Europe 600 seguia estável aos 365.69. Em Milão, o índice FTSE-MIB subia 0,16% aos 19.388 pontos. Em Madri, o índice Ibex 35 caía 0,63% aos 9.432 pontos. Em Frankfurt, o índice DAX 30 subia 0,12% aos 11.578 pontos. Em Paris, o índice CAC 40 subia 0,03% aos 4.889 pontos. Em Londres, o índice FTSE-100 subia 0,38% aos 7.264 pontos. E, em Lisboa, o índice PSI-20 caía 0,76% aos 4.641 pontos.

Em novembro de 2016, a produção retornou marcadamente na indústria de transformação da França subindo 2,3%, depois do recuo de 0,6%. O índice subiu em toda a indústria, 2,2% depois de um recuo de 0,1%.

De acordo com o Instituto Nacional de Estatísticas e Estudos Econômicos (INSEE), a produção industrial aumentou 0,6% nos últimos três meses, com a indústria transformadora em  0,6%, bem como na indústria global em  0,7%.

A elevação se deu em todos os segmentos industriais, porém, com destaque maior para as mineradoras, pedreiras e energéticas, 1,9%; na fabricação de equipamentos de transporte, 1,1% e na fabricação de produtos alimentares e bebidas, + 0,9%.

ESTADOS UNIDOS

Os índices de peso em Wall Street abriram em queda nesta terça-feira. **

Há pouco, Dow Jones estava em queda de 0,19% aos 19.849; o S& P estava em queda de 0,06% aos 2.267; e o Nasdaq em alta de 0,03% as 5.532.

BRASIL

A Bovespa opera em alta nesta terça-feira. O índice segue ganhando força com China apresentando fortalecimento nos dados apresentados hoje e com a projeção de um PIB em 7%. Por outro lado, os preços do petróleo estão subindo, bem como o minério de ferro.***

Há pouco, o Ibovespa estava em alta de 0,78% aos 62.179 pontos. O volume financeiro seguia para R$1,5 bilhão.

Entre as ações com ganhos no índice principal estavam as Vale ON, alta de 3,96% e a PN, alta de 4,31%. A Petrobras ON estava em alta de 1,73% e a PN, alta de 1,44%.

Carteira Teórica

A carteira teórica do Índice Bovespa que passou a vigorar entre e 02 de janeiro de 2017 a 28 de abril de 2017, com base no fechamento do pregão de 29 de dezembro de 2016, totaliza 59 ativos de 56 empresas e com a entrada da Eletrobras ON (ELET3). Os cinco ativos que apresentaram o maior peso na composição do índice foram: Itauunibanco PN (10,681%), Bradesco PN (7,740%), Ambev S/A ON (7,183%), Petrobras PN (6,008%) e Petrobras ON (4,592%).

Commoditie

O minério de ferro, com 62% de pureza, negociado no porto de Tianjin, China, fechou em alta de 2% aos US$77,60 a tonelada seca.

*** Informações completas no BOLETIM DE FECHAMENTO


Assuntos desta notícia