Clicky

Profitchart Pro 728×90

Os principais mercados acionários ficaram divididos nesta terça-feira, com os indicadores regionais no radar, bem como os bancos centrais e os preços das commodities.

Por aqui, com o País vivendo mais um momento histórico, o julgamento do processo de Impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff entra no quinto dia, com o embate entre a acusação e a defesa. A votação deverá ocorrer nesta quarta-feira (31), caso a sessão se prolongue até a madrugada, sugeriu o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do processo, o ministro Ricardo Lewandowski.

MetaTrader 300×250

Enquanto isso, os números apresentados hoje levantam ainda mais a cautela sobre a fragilidade da economia do País.

Para começar, a queda da arrecadação e a quitação de passivos com bancos públicos fizeram o Governo Central (Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central) registrar em julho o maior déficit primário da história para o mês. No mês passado, o resultado negativo somou R$ 18,552 bilhões, valor 2,5 vezes maior que o déficit de R$ 7,144 bilhões registrado em julho do ano passado.

O déficit primário representa o resultado negativo nas contas públicas, desconsiderando o pagamento de juros. No acumulado de 2016, o déficit soma R$ 51,073 bilhões, também o pior resultado da história para os sete primeiros meses do ano.

Na outro ponta, os indicadores apresentados hoje pelo IBGE e FGV/IBRE mostraram o tamanho da nossa crise.

Conforme o IBGE, a taxa de desocupação foi estimada 11,6% no trimestre móvel encerrado em julho de 2016, ficando 0,4 ponto percentual (p.p.) acima da observada no trimestre móvel que vai de fevereiro a abril (11,2%). Na comparação com o mesmo trimestre do ano anterior, quando a taxa foi estimada em 8,6%, o quadro também foi de elevação (3,0 pontos percentuais).

O Brasil tem 206,08 milhões de habitantes, segundo dados divulgados hoje pelo IBGE. Estimativas publicadas no Diário Oficial da União indicam que o país tinha, em 1º de julho deste ano, 206.081.432 habitantes. No ano passado, a população era de 204.450.649.

São Paulo, o estado mais populoso do país, tem 44,75 milhões de habitantes. Mais cinco estados têm populações que superam os 10 milhões de habitantes: Minas Gerais (21 milhões), Rio de Janeiro (16,63 milhões), Bahia (15,28 milhões), Rio Grande do Sul (11,29 milhões) e Paraná (11,24 milhões).

Já o Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) variou 0,15%, em agosto. Em julho, o índice variou 0,18%. Em agosto de 2015, a variação foi de 0,28%. A variação acumulada em 2016, até agosto, é de 6,25%. Em 12 meses, o IGP-M registrou alta de 11,49%. O IGP-M é calculado com base nos preços coletados entre os dias 21 do mês anterior e 20 do mês de referência. Os números foram apresentados nesta terça-feira pela FGV/IBRE.

Vale ressaltar também que o Comitê de Política Monetária (Copom), Banco Central do Brasil, iniciou hoje a reunião de dois dias para decidir pela taxa básica de juros do País, a Selic, atualmente em 14,25% ao ano.

A Bovespa marcou um dia de forte volatilidade e o dólar ganhou força (Ver abaixo).

ÁSIA

As bolsas asiáticas fecharam com ganhos nesta terça-feira, com as ações em Hong Kong liderando, depois da valorização dos índices de peso em Wall Street nesta segunda-feira (29), mantendo a sequência de recordes.

Em Tóquio, o Índice MSCI Asia Pacific subiu 0,2% para ficar aos 138,22. O índice Topix mudou pouco depois de recuara 0,4%.

Nos Estados Unidos, a alta na Bolsa de Nova York se deu com os dados mostrando a elevação dos gastos dos consumidores pelo quarto mês consecutivo em julho. Os investidores estão analisando os dados em busca de pistas sobre se a economia global e se podem suportar uma elevação nas taxas de juros americanas.

Relatórios terça-feira mostraram que as vendas no varejo e as despesas das famílias caíram no Japão, enquanto os comerciantes esperam dados sobre produção e as folhas de pagamento dos Estados Unidos no final da semana.

Entre as ações com ganhos estavam as do Banco Industrial e Comercial da China, alta de 1%.

Na contramão estavam as ações da China Southern Airlines, maior operadora da Ásia em números de passageiros, que deslizou 6,4%, depois de reportar queda de 10% no lucro líquido do primeiro semestre.

Ao final desta jornada, em Hong Kong, o principal indicador, o Hang Seng, ficou em alta de 0,85% aos 23.016 pontos. Na China, o índice SSE Composite, da bolsa de Xangai ficou em alta de 0,15% aos 3.074 pontos. Na Índia, o índice BSE da bolsa de Bombai ficou em alta de 1,58% aos 28.343 pontos. E no Japão, o índice Nikkei da bolsa de Tóquio fechou em queda de 0,07% aos 16.725 pontos.

O desemprego no Japão diminuiu inesperadamente em julho, enquanto as despesas das famílias também caíram para um quinto mês consecutivo, sinalizando para um quadro misto de uma economia que ainda está lutando para se fortalecer. A taxa de desemprego nacional ficou em 3% em julho de 3% no mês anterior. Os dados são do Departamento Nacional de Estatísticas e foram divulgados hoje.

A taxa de disponibilidade de trabalho do Japão, que é obtida pela divisão do número de vagas mensais, o número de aplicações, manteve-se em 1,37. Isso significa 137 vagas disponíveis para cada 100 candidatos ao emprego.

A despesa das famílias diminuiu a uma taxa anualizada de 0,5% em julho, depois de uma queda de 2,2% no mês anterior. No entanto, o declínio foi menor do que a queda de 0,9% prevista pelos economistas.

Inflação baixa é frequentemente um sintoma do declínio da despesa do consumidor. Na semana passada, a Agência de Estatísticas disse que a inflação caiu pelo quinto mês em julho, com o índice nacional de preços ao consumidor (IPC) caindo 0,4% em relação ao ano anterior.

O chamado núcleo CPI, que mede o movimento dos preços de uma cesta de bens e serviços menos produtos alimentares, caiu 0,5% nos 12 meses até julho. A taxa nacional núcleo CPI caiu a uma taxa semelhante no mês anterior.

EUROPA

As bolsas europeias fecharam com ganhos nesta terça-feira, com a crescente confiança na economia global e com o euro mais fraco impulsionando os exportadores. As ações dos bancos também contribuíram para os ganhos.

Em Londres, o Índice Stoxx Europe 600 subiu 0,5%,com quase todos os grupos industriais em ascensão.

A Bolsa de Madri, com o Índice IBEX 35, o principal, avançou 0,8%, com o cenário político. O primeiro-ministro Mariano Rajoy segue buscado apoio para assumir o cargo esta semana.

Ao final da jornada, em Milão, o índice FTSE-MIB subiu 1,42% aos 16.891 pontos. Em Madri, o índice Ibex 35 ficou em alta de 0,80% aos 8.685 pontos. Em Paris, o índice CAC-40 subiu 0,75% aos 4.457 pontos. Em Frankfurt, o índice DAX 30 subiu 1,07% aos 10.657 pontos. Em Londres, o índice FTSE-100 recuou 0,25% aos 6.820 pontos. E, em Lisboa, o índice PSI-20 subiu 0,30% aos 4.710 pontos.

Conforme o Escritório Federal de Estatística (Destatis), o índice de preços de importação da Alemanha diminuiu 3,8% em julho 2016, se comparado com o mês correspondente do ano anterior. Em junho e maio 2016, as taxas de variação homólogas foram -4,6% e -5,5%, respectivamente. De junho a julho 2016, o índice subiu ligeiramente 0,1%.

O índice de preços de importação, excluindo petróleo e derivados mineral bruto, diminuiu 2,4% em comparação com o nível de um ano antes.

O índice de preços de exportação caiu 1,2% em julho 2016, se comparado com o mês correspondente do ano anterior. Em junho e maio 2016, as taxas de variação homólogas foram -1,3% e -1,6%, respectivamente. De junho a julho 2016, o índice subiu 0,2%.

A taxa de inflação na Alemanha, medida pelo índice de preços ao consumidor deverá ser de mais 0,4% em agosto de 2016. Com base nos resultados disponíveis até o momento do Escritório Federal de Estatística (Destatis), os preços ao consumidor deverão manter-se inalterados desde julho.

O índice harmonizado de preços no consumidor para a Alemanha, que é calculado para fins europeus, deverá ser de até 0,3% em agosto de 2016. Em comparação com julho de 2016, espera-se um declínio de 0,1%. Os resultados finais para agosto 2016 serão apresentados no dia 13 de setembro de 2016.

Na Espanha, o principal indicador da variação homóloga do IPC situou-se em -0,1% em agosto, cinco décimos mais elevados do que o registrado em julho. A taxa anual de IHPC é -0,3% do CPI estimada em agosto 2016.

A inflação anual é de -0,1%, de acordo com o indicador compilado pelo INE. Este indicador fornece uma visualização da CPI, se confirmada, seria um aumento de cinco décimos na taxa anual, uma vez que em julho a mudança foi -0,6%. Este aumento é explicado, principalmente, porque os preços de combustíveis (diesel e gasolina) ficaram para baixo e menor que no ano passado. Houve aumento dos preços da eletricidade, em comparação à diminuição dos preços de 2015.

Na Itália, em junho 2016, o índice do comércio de varejo ajustado cresceu 0,2% em relação a maio de 2016 (-0,1% para bens alimentares e de 0,4% para bens não-alimentares). A média dos últimos três meses aumentou em relação aos três meses anteriores (+ 0,1%). O índice não ajustado aumentou 0,8% em relação a junho de 2015.

ESTADOS UNIDOS

Os índices de peso na Bolsa de Nova York corrigiram os exageros da sessão desta segunda-feira (29). Os investidores analisam indicadores, preços de commodities e para as declarações de membros do Federal Reserve.

Ao final, Dow Jones recuou 0,26% aos 18.454 pontos; o S&P caiu 0,20% aos 2.176 pontos; e a Nasdaq perdeu 0,18% aos 5.222 pontos. A onça do ouro ficou em queda de 1,02% aos US$1.313,60.

O índice S & P Dow Jones divulgado hoje para os preços das casas dos Estados Unidos mostrou que para junho 2016 foi mantida da ascensão em todo o país, movimento que segue ao longo dos últimos 12 meses. Abrangendo todas as nove divisões do censo norte-americano, o ganho anual foi de 5,1% em junho, inalterado desde o mês passado. Antes do ajuste sazonal, o Índice Nacional teve um aumento mês a mês de 1,0%.

O índice Conference Board, que tinha diminuído ligeiramente em julho, mostrou aumento em agosto. O índice está agora em 101,1 (1985 = 100), em comparação com 96,7 em julho. O índice de situação atual subiu 118,8-123,0, enquanto o Índice de Expectativas melhorou de 82,0 no mês passado para 86.

A avaliação das condições atuais dos consumidores melhorou em agosto. Essas condições de negócios avaliadas como “boas” saíram de 27,3% para 30,0%, enquanto essas condições de negócios dizendo que são “ruim” permaneceram praticamente inalterada em 18,4%.

A avaliação do mercado de trabalho dos consumidores também foi mais favorável. Na avaliação dos que reivindicavam como mais “abundante” aumentou de 23,0% para 26,0%, no entanto, aqueles que reivindicam trabalho que são “difíceis de obter” também subiram de 22,1% para 23,4%.

O otimismo dos consumidores em relação às perspectivas de curto prazo subiu em agosto.
A porcentagem de consumidores que esperam que as condições de negócios melhorem ao longo dos próximos seis meses aumentou de 15,7% para 17,3%. Aqueles que consideram que as condições de negócios pioraram saiu de 12,4% para 11,1%.

ARGENTINA

O índice Merval da Bolsa de Comércio de Buenos Aires fechou nesta terça-feira em baixa de 1%, aos 15.872,08 pontos.

Já o Índice Geral da Bolsa caiu 0,46%, para 684.513,08 pontos, enquanto o Merval 25 recuou 0,89% e fechou aos 16.966,16.

No pregão, foram negociados 227,12 milhões de pesos argentinos em títulos (US$ 15,05 milhões), com 29 em alta, 38 em baixa e 16 estáveis.

No mercado de câmbio, o dólar caiu 10 centavos e fechou cotado a 14,80 pesos para compra e a 15,20 pesos para venda.

BRASIL

A Bovespa fechou em queda nesta terça-feira, com os investidores analisando os mercados internacionais e também já aguardando as decisões do processo de Impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff. Indicadores da economia doméstica também refletiram no ajuste.

Ao final, o Ibovespa ficou em queda de 0,06% aos 58.575 pontos e giro de negócios em R$5,3 bilhões.

“Não adianta pensar em nada, pelo menos neste momento. O mercado vai seguir aguardando as decisões do Impeachment e esperar para que o volume de negócios tão anunciado realmente venha para o País, assim que Michel Temer adotar as medidas prometidas. Se Dilma ficar, realmente não sabemos o comportamento dos investidores”, disse o gerente de Bovespa da HCommcor, Ari Santos.

Entre as ações valorizadas no Ibovespa estavam as da Cosan ON, alta de 5,33%; Braskem PNA, alta de 5,64%; Suzano Papel PNA, alta de 2,43%; Klabin UNT, alta de 1,36%; e Petrobras PN, alta de 1,71%

Na contramão estavam as ações da Kroton ON, queda de 3,69%; Estácio Participação ON, queda de 4,76%; Siderúrgica Nacional ON, queda de 3,09%; Vale ON, queda de 2,49%; e Cesp PNB, queda de 2,44%.

Moedas

O dólar comercial manteve a valorização nesta terça-feira. No interbancário, a moeda ficou cotada em R$3, 239 para a compra e R$3,240 para a venda, alta de 0,24%.

O euro fechou cotado aos R$3,607 para a compra e R$3, 613 para a venda, queda de 0,11%.

Em Frankfurt, O euro era cotado a US$ 1,1151 às 15h GMT (12h de Brasília) desta terça-feira no mercado de divisas, abaixo do valor da sessão de ontem no mesmo horário, que foi de US$ 1,1168. Já o Banco Central Europeu (BCE) fixou o câmbio oficial do euro em US$ 1,1168.

O Banco Central ofertou mais 10 mil contratos de swap cambial reverso nesta manhã. Foram 3.000 contratos com vencimento para quinta-feira (01), 2.500 para 03 de outubro, 4.000 para 01 de novembro e 500 para 02 de janeiro.

Para os analistas do mercado cambial, a trajetória da divisa se dá com o movimento nos Estados Unidos para uma eventual alta da taxa de juros. O cenário político do Brasil também segue pesando na cotação do real ante as demais moedas.

Os indicadores mostrados nos Estados Unidos hoje mostram que a economia segue fortalecida, um dos maiores temores para a elevação dos juros na reunião de setembro.

Commodities

O barril do Petróleo Intermediário do Texas (WTI, leve) fechou nesta terça-feira em baixa de 1,34%, cotado a US$ 46,35, seu nível mais baixo nas últimas duas semanas.

Ao final da sessão na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), os contratos futuros do WTI para entrega em outubro caíram US$ 0,63 em relação ao fechamento de ontem.

O barril de petróleo Brent para entrega em outubro fechou nesta terça-feira em baixa de 1,76% no mercado de futuros de Londres, cotado a US$ 48,37.

O petróleo do Mar do Norte terminou a sessão no International Exchange Futures (ICE) US$ 0,87 abaixo do valor final da sessão de ontem, que foi de US$ 49,24.

O minério de ferro negociado no porto de Qingdao fechou em alta de 0,29% aos US$59,31 a tonelada seca.


Assuntos desta notícia