Clicky

BOA NOITE INVESTIDOR: Bovespa em queda forte

MetaTrader 728×90

O dia foi de queda nos principais mercados acionários do mundo, novamente por conta da aversão ao risco. No segmento internacional, estresse com relação a eventual saída do Reino Unido da União Europeia que mostra previsões ainda mais difíceis. Nos EUA, começa a se aproximar o momento de elevação dos juros, nos EUA probabilidade de juros em alta lá para setembro e China indicando que as projeções de crescimento podem não ocorrer e a fragilidade do endividamento corporativo.

Hoje tivemos mais um dia de mercados fracos na Europa, EUA e também na Bovespa, que além de tudo ainda teve que agregar efeitos de julgamento de Cunha na Comissão de Ética e inquérito aberto no STF contra a cúpula do PMDB envolvendo Renan, Jucá, Raupp e Jader Barbalho.

MetaTrader 300×250

Nos EUA, tivemos a divulgação dos preços dos importados em alta de 1,4% em maio, o dobro do previsto e no maior ritmo desde 2012. As vendas no varejo de maio expandiram 0,5%, também mais que o previsto (0,3%) e, exceto automóveis, com alta de 0,4%. Os estoques nas empresas no mês de abril cresceram 0,1%, esse menor que o previsto.

Na sequência dos mercados no exterior, o petróleo WTI negociado em NY mostrava queda de 0,79%, com o barril cotado a US$ 48,49. O euro era transacionado em queda para US$ 1,1208 e notes americanos de 10 anos com taxa de juros de 1,61%, em alta. O ouro teve o quinto pregão seguido de alta, evidenciando a aversão dos investidores. O minério de ferro no mercado spot chinês caiu 1,9%, com a tonelada em US$ 50,80.

No segmento local, procuradores veem três atos distintos que podem levar Lula para prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, o envolvimento com o sítio de Atibaia e aluguel de contêineres para guardar acervo pago por empreiteira. Além disso, como relatado, o IBGE divulgou vendas no varejo em expansão de 0,5% em abril, mas com queda de 9,3% no ano. Destaque positivo para vendas de supermercados e vestuário. Apesar da expansão isso não pode ser tido como tendência para os próximos meses.

Na Bovespa, na sessão de 10 de junho, os investidores estrangeiros retiraram R$ 285 milhões, deixando o saldo positivo de junho em R$ 906 milhões e o do ano com ingresso líquido de R$ 12,35 bilhões. Os DIs terminaram o dia com alta de juros para todos os vencimentos. O dólar oscilou bastante e encerrou com queda de somente 0,06% e cotado a R$ 3,4801.

No mercado acionário, dia de queda para as principais bolsas europeias, com Londres perdendo 2,01%, Paris com 2,29% e Frankfurt com -1,43%. Madri e Milão também com perdas de respectivamente 2,13% e 2,11%. No mercado americano, dia de queda do Dow Jones de 0,33% e Nasdaq com -0,10%. Na Bovespa, queda forte de 2,04% e índice em 48648 pontos. Complicou um pouco ser véspera de vencimento de índice futuro que sempre agrega maiores pressões.

Na agenda de amanhã, teremos o IGP-10 fechado de junho, o fluxo cambial da semana passada e a confiança do empresário pela CNI de junho. Nos EUA, a produção industrial de maio, a decisão do FED sobre juros e projeções da economia americana.


Assuntos desta notícia