Clicky

Profitchart Pro 728×90

Por James Pearson

SEUL (Reuters) – O líder da Coreia do Norte, Kim Jong Un, disse que as armas nucleares do país são um "poderoso impeditivo" que garantiram sua soberania, informou a mídia estatal neste domingo, horas depois que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmar que "apenas uma coisa funcionará" ao lidar com o isolado país asiático.

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

Trump não deixou claro ao que se referia, mas os comentários sugerem que uma ação militar estava em sua mente.

Em um discurso para uma reunião do poderoso Comitê Central do Partido dos Trabalhadores no sábado, um dia antes dos comentários mais recentes de Trump, a mídia estatal informou que Kim teria abordado a "complicada situação internacional".

As armas nucleares da Coreia do Norte são um "poderoso impeditivo salvaguardando firmemente a paz e a segurança na península coreana e no nordeste da Ásia", disse Kim, referindo-se às "ameaças nucleares prolongadas dos imperialistas dos EUA".

Nas últimas semanas, a Coreia do Norte lançou dois mísseis sobre o Japão e realizou seu sexto teste nuclear, e pode avançar rapidamente em direção ao objetivo de desenvolver um míssil de ponta nuclear capaz de bater no continente americano.

De acordo com um parlamentar russo que acaba de retornar de uma visita a Pyongyang, a Coreia do Norte estaria se preparando para testar o lançamento de um míssil.

Donald Trump disse anteriormente que os Estados Unidos "iriam destruir totalmente" a Coreia do Norte, caso necessário, para proteger seu país e aliados.

A situação provou que a política de "byungjin" da Coreia do Norte, que significa que o desenvolvimento paralelo de armas nucleares e a economia estava "absolutamente certo", afirmou Kim Jong Un em seu discurso.

"A economia nacional cresceu em sua força este ano, apesar das escaladas de sanções", disse Kim, referindo-se às resoluções do Conselho de Segurança da ONU para implementar os programas nucleares e de mísseis de Pyongyang.
OLBRTOPNEWS Reuters Brazil Online Report Top News 20171008T142849+0000