Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

RIO DE JANEIRO, 14 Jun (Reuters) – O ministro da Ciência,
Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, disse
nesta quinta-feira que seu partido, o PSD, deve apoiar o
pré-candidato do PSDB à Presidência, Geraldo Alckmin, nas
eleições de outubro.
Segundo Kassab, que é presidente licenciado do PSD, a
legenda deve apoiar o candidato tucano apesar de o governo do
presidente Michel Temer ter lançado o ex-ministro da Fazenda
Henrique Meirelles como pré-candidato à Presidência pelo MDB.
Kassab disse acreditar que Alckmin tem potencial de
crescimento durante a campanha e tem boas condições de vencer as
eleições.
"Ele tem boas condições e muito possivelmente é o candidato
que o nosso partido vai apoiar, o Geraldo Alckmin", disse Kassab
a repórteres após participar do lançamento de um programa do
ministério em parceria com o BNDES sobre a chamada "internet das
coisas".
"Conheço vários candidatos que quando inicia o processo
eleitoral estão atrás nas pesquisas. Eu mesmo na disputa à
reeleição à Prefeitura de São Paulo comecei com 3 por cento e
venci as eleições, há diversos casos", afirmou.
Segundo pesquisa Datafolha publicada no fim de semana,
Alckmin tem 7 por cento de apoio do eleitorado, atrás de Jair
Bolsonaro (PSL), com 19 por cento, Marina Silva (Rede), com 15
por cento, e Ciro Gomes (PDT), com 10 por cento, em cenário sem
o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que está preso e
deve ser impedido de concorrer pela Lei da Ficha Limpa.

Meirelles, por sua vez, só chega a 1 por cento de apoio, de
acordo com o levantamento.

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

(Por Rodrigo Viga Gaier
Texto de Pedro Fonseca
Edição de Raquel Stenzel)
(([email protected]; 55 21 2223-7128; Reuters
Messaging:[email protected]))


Assuntos desta notícia

Join the Conversation