Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

BUENOS AIRES (Reuters) – Um juiz argentino indiciou e pediu que a ex-presidente da Argentina Cristina Kirchner seja presa por supostamente tentar ocultar o papel do Irã na explosão de um centro comunitário judaico em 1994, relatou a agência de notícias estatal Télam nesta quinta-feira.

Como Cristina é uma senadora, o Congresso precisaria aprovar a remoção de sua imunidade parlamentar antes que ela possa ser detida. O juiz federal Claudio Bonadio também indiciou e pediu que o ex-ministro de Relações Exteriores de Cristina, HectorTimerman, cumpra prisão domiciliar, segundo a agência.

MetaTrader 300×250

Anteriormente, tanto Cristina Kirchner como Timerman negaram ter cometido qualquer irregularidade.

(Por Caroline Stauffer)
OLBRTOPNEWS Reuters Brazil Online Report Top News 20171207T132011+0000


Assuntos desta notícia

Join the Conversation