Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

O mau humor predomina no mercado de ações doméstico nesta quinta-feira, com a falta de clareza nos diálogos entre o governo e os partidos políticos sobre a reforma da Previdência. O lado positivo, são os preços do petróleo, que ganham força nas negociações dos mercados internacionais, bem como os preços dos metais.

Há pouco, o Ibovespa estava em queda de 1,37% aos 72.263 pontos. O volume financeiro seguia para R$2 bilhões.

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

As ações com ganhos
Embraer ON, alta de 0,50%; e Equatorial ON, alta de 0,18%.

As ações com perdas
Suzano Papel ON, queda de 0,21%; Fibria ON, queda de 0,27%; Engie Energia ON, queda de 0,11%; Rumo ON, queda de 3,34%;Natura ON, queda de 3,43%; Eletrobras PNB, queda de 4,06%; Kroton ON, queda de 3,58%; Brasil ON, queda de 3,28%.

A Petrobras ON estava em queda de 1,69% e a PN, queda de 1,74%.

A Vale ON estava em queda de 1,65%.

Carteira Teórica

A Carteira Teórica, que passou a vigorar de 04 de setembro a 28 de dezembro no Ibovespa, mostra os cinco ativos com maior peso no índice: Itauunibanco PN (10,846%), Bradesco PN (8,485%), Ambev ON (7,039%), Petrobras PN (4,883%) e Vale ON (9,040%).

Commodities

O petróleo referência, Brent, segue em alta na bolsa de Futuros de Londres em 0,08% aos US$62,78 o barril.

O petróleo WTI segue em alta de 0,39%, cotado a US$ 56,18 o barril na bolsa Mercantil de Futuros, Nova York.

O minério de ferro negociado no porto de Gingdao, China, fechou em alta 3,67% a US$72,68 a tonelada seca e com 62% de pureza.

A celulose fibra longa negociada fechou US$972,00, alta de 1,30%, a tonelada na sessão anterior. A celulose fibra curta fechou em US$955,47 e alta de 0,26%, a tonelada.


Assuntos desta notícia

Join the Conversation