Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

CIDADE DA GUATEMALA, 5 Jun (Reuters) – Uma nova explosão no
vulcão Fuego, na Guatemala, fez com que os serviços de
emergência pedissem a retirada de pessoas das áreas vizinhas
nesta terça-feira, quando o número de mortos pela erupção
aumentou para 72.
A agência nacional de desastres Conred ordenou as retiradas
e disse que gás quente e rocha derretida estavam descendo do
vulcão.
A erupção no domingo também deixou cerca de 300 feridos,
depois que rios de lava e lama devastaram as áreas vizinhas. As
cinzas se espalharam para a capital do país da América Central.
Dos mortos, apenas 19 foram identificados. O diretor do
Instituto Nacional de Ciências Forenses da Guatemala (Inacif),
Fanuel García, disse que eles ainda estavam recebendo corpos,
mas com cada vez menos frequência.
O vulcão Fuego é um dos mais ativos da América Latina e sua
erupção foi a maior em 44 anos, o que levou ao fechamento do
principal aeroporto da Guatemala e afetou a produção de café.
(Reportagem de Sofia Menchu)
((Tradução Redação São Paulo, 5511 56447765))
REUTERS TR ES


Assuntos desta notícia