Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

RIO DE JANEIRO, 13 Nov (Reuters) – O governo do presidente
Michel Temer dará aumento real no benefício do programa Bolsa
Família em 2018, ano eleitoral, disse nesta segunda-feira o
ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra.
Ele lembrou que no ano passado houve um ajuste no valor do
Bolsa Família depois de dois anos de congelamento em um período
de inflação alta. A previsão, agora, é ajustar o valor do
programa social acima da inflação, mas o percentual ainda está
em discussão com as a área econômica do governo.
"Teve um anúncio de orçamento em 31 de agosto que foi feito
sem a nova meta fiscal e sem ter visão clara de como ficaria a
receita. Depois melhorou… e acredito que vamos ter orçamento
maior do que ano passado", disse ele a jornalistas em evento no
Rio de Janeiro.
"Acabamos com a fila que havia no Bolsa Família, aumentamos
o valor do Bolsa Família para o próximo ano em inflação e mais
um pouco. Deve ser algo acima da inflação que vai ter lá pelo
mês de março e abril. Terá um ganho real para repor parte da
perda de 2014 e 2015", acrescentou.
O ministro ressaltou que o orçamento da pasta deve ficar em
91 bilhões de reais, ante mais de 80 bilhões de reais. Osmar
Terra minimizou o fato de o ajuste no programa social ocorrer em
pleno ano eleitoral para escolha de presidente, governadores,
deputados e senadores.
"Pode dar reajuste. Sempre foi dado. Inclusive, os maiores
reajustes do Bolsa Família foram dados no governo anterior era
tudo em ano eleitoral. Temos que dar reajuste e temos que ter
caixa para isso", frisou.

(Reportagem de Rodrigo Viga Gaier; Edição de Eduardo Simões)
(([email protected]; 55 11 5644 7759; Reuters
Messaging: [email protected]))

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

Assuntos desta notícia

Join the Conversation