Clicky

Fórum Econômico Mundial em Davos e início da temporada de balanços nos EUA

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

Ontem foi um dia típico de realizações de lucros recentes no mercado acionário não tão bem absorvida pelo ingresso de novos recursos e atingindo praticamente todas as principais bolsas do mundo. Mercados da Europa fecharam em queda, nos EUA também. No Brasil, na B3, alta de somente 0,10% (índice em 79.831 pontos), depois de ter vazado para cima o patamar de 80.000 pontos.

A situação internacional complicada inibiu a performance das bolsas. Angela Merkel com dificuldades de formar coalizão com o partido social democrata, pressões da União Europeia sobre o Reino Unido com relação ao Brexit e estresse com a elevação do teto da dívida americana, cujo prazo encerra em 19 de janeiro.

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

Hoje mercados com comportamento misto na Ásia, Europa operando em queda e futuros do mercado americano em alta nesse início de manhã. No Brasil, se houver fluxo, o índice pode consolidar passagem pelo patamar de 80.000 pontos e buscar novos objetivos.

Na próxima semana, teremos o Fórum Econômico Mundial em Davos com Temer sendo cobrado por reformas, e Trump que irá defender sua estratégia política. Por agora, surgem questões nas reuniões antecedentes com preocupações com o desempenho de alta das bolsas. Além de nível de endividamento da China e pressões protecionistas e populistas em países. E ainda tensões no sistema financeiro com retirada de estímulos.

Aliás, falando de endividamento da China, a dívida de governos locais fechou 2017 com expansão de 7,5% e atingiu US$ 2,5 trilhões. Devemos considerar ainda que a safra de balanços do quarto trimestre está começando e hoje teremos Goldman Sachs, Bofa e Alcoa. Na sequência dos mercados no exterior, o petróleo WTI negociado em NY mostrava queda de 0,52% e barril cotado a US$ 63,40.

O euro era transacionado em queda para US$ 1,223 e notes americanos de 10 anos com juros em 2,55%. O ouro em queda e a prata em alta na Comex e commodities agrícolas com viés de alta na bolsa de Chicago. Os bitcoins, depois da queda de 20% ontem, hoje caía mais 6,45% cotado a US$ 10440.

No Brasil, a Petrobras declarou que espera fechar cessão onerosa com o governo ainda nesse ano e que teria recursos a receber. O presidente Temer determinou o afastamento de quatro vice-presidentes da Caixa Econômica por quinze dias para defesa, depois de demorar nessa decisão. Isso pode desgastar mais o governo.

O presidente do Bacen, Ilan Goldfajn, diz que não quer trocar de posição no governo (com eventual saída de Meirelles) e que a decisão da S&P de rebaixar está em linha com a mensagem do Bacen sobre necessidade de permanecer nos ajustes. A Fipe anunciou o IPC da segunda quadrissemana de janeiro com desaceleração para 0,49%, vindo de 0,55%. Lula em encontro no Rio de Janeiro criticou o judiciário. Disse ainda que querem transformar o Brasil no “caldeirão do Huck”.

Os DIs começando o dia em alta de juros e o dólar em leve alta de 0,04% e cotado a R$ 3,228. Na B3, existe possibilidade de tentar buscar novamente o patamar de 80.000 pontos, mas o exterior fraco inibe. Vai depender do fluxo de recursos e dados que sairão sobre a economia americana ao longo do dia.

Bom dia e bons negócios.

Alvaro Bandeira
Economista-Chefe Home Broker Modalmais
Fonte: https://www.modalmais.com.br/blog/falando-de-mercado


Assuntos desta notícia