Clicky

Profitchart Pro 728×90

Foi reaberta a sessão desta quarta-feira (31) para a votação do impeachment da presidente afastada, Dilma Rousseff. O presidente do Supremo Tribunal Federal e do processo de impeachment no Senado, Ricardo Lewandowski, inicia os trabalhos com a apresentação do resumo dos argumentos da defesa e da acusação. A votação será nominal e aberta e deve acontecer por volta das 14 horas.

Inicialmente, o ministro Lewandowski leu o relatório resumido com a síntese do processo e dos argumentos da defesa e da acusação. O processo tem cerca de 27,4 mil páginas e 72 volumes.

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

Em seguida, a oposição apresentou requerimento solicitando a votação em separado da parte da pergunta que será analisada pelos senadores que se refere à inabilitação à função pública da presidente afastada. Na votação, os senadores devem responder à pergunta: “A acusada cometeu crimes de responsabilidade e deve ser condenada à perda do cargo e inabilitada à função pública por 8 anos?”.

As discussões prosseguem e o ministro Lewandowaki apresenta os demais argumentos sobre a votação.


Assuntos desta notícia