Clicky

Chart Trading 728×90

A Receita Federal informou que o prazo de entrega do Imposto de Renda 2017 começa no dia 2 de março e termina em 28 de abril. O programa gerador da declaração estará disponível a partir de hoje, 23 de fevereiro. Pequenos deslizes, incorreções e omissões não-intencionais na declaração do IR podem ser suficientes para reter o contribuinte na fila de espera por uma análise mais apurada. Apesar de ainda ter bastante tempo para o fim do prazo, declarar com antecedência pode render alguns benefícios e evitar imprevistos, confira.

Organização das finanças pessoais

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

Entregar a declaração no início do prazo ajuda no planejamento financeiro, pois prevê os gastos com o imposto com uma certa antecedência. Além disso, ao entregar a declaração de imposto de renda antes, é possível mandar uma declaração retificadora dentro do prazo, para corrigir problemas que só identificou depois de mandar a declaração.

Restituição nos primeiros lotes

Quem entrega primeiro sua declaração de bens, recebe o retorno primeiro sobre eventuais erros. Os lotes de restituição são entregues normalmente entre junho e dezembro, próximo ao dia 15 de cada mês. Claro que entregar cedo não é garantia total que vá receber antes, pois isso depende da análise feita pela Receita Federal, mas com certeza agilizará a restituição.

Imprevistos de última hora

Evite problemas desnecessários com imprevistos como o site da Receita Federal cair ou não encontrar um documento importante na hora de declarar. Fazendo sua declaração com antecedência, sem pressa, as chances de erros de preenchimento da declaração tendem a ser menor. Fazer com calma será sempre a melhor solução.

“Existem algumas maneiras de facilitar o envio da declaração do Imposto de Renda. Com o uso do Certificado Digital Serasa Experian a declaração já vem pré-preenchida e auxilia o contribuinte no preenchimento dos campos. A tecnologia traz agilidade, facilidade e segurança”, recomenda Mauricio Balassiano, diretor de certificação digital da Serasa Experian.

Certificação Digital

A certificação digital é uma tecnologia que permite a identificação de pessoas físicas e jurídicas no ambiente eletrônico, regulamentada no país pela Infraestrutura de Chaves Pública Brasileira (ICP-Brasil), vinculada à Casa Civil da Presidência da República. Tem validade jurídica e confere aos documentos eletrônicos autenticidade, integridade, sigilo e atributo de não repúdio.


Assuntos desta notícia