Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

LIMA, 5 Jan (Reuters) – O ex-presidente do Peru Alberto
Fujimori, que teve suas condenações por crimes contra os
direitos humanos recentemente perdoadas, deixou um hospital de
Lima na quinta-feira como um homem livre pela primeira vez em 12
anos, cumprimentando partidários em uma cadeira de rodas após
receber alta médica.
Fujimori, de 79 anos, recebeu um indulto concedido pelo
atual presidente peruano, Pedro Pablo Kuczynski, na véspera do
Natal, em uma decisão controversa que gerou comemorações entre
seus partidários e críticas por parte da oposição.
Na quinta-feira, imagens de televisão mostraram Fujimori
saindo da clínica Centenario Peruano Japonesa, acompanhado por
seu filho mais novo, Kenji, e sendo escoltado pela polícia e
seguido por jornalistas até um residência no distrito de La
Molina.
O ex-presidente, que governou o país durante a década de
1990, deixou o hospital sorridente e cumprimentando os muitos
jornalistas e partidários que haviam se reunido em frente à
clínica onde o político foi internado no dia 23 de dezembro
devido a um quadro de "hipotensão" e "arritmia" antes de receber
o indulto.
(Reportagem de Teresa Céspedes e Marion Giraldo)
((Tradução Redação Rio de Janeiro; 55 21 22237141))
REUTERS MCP PF


Assuntos desta notícia