Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

CARACAS, 13 Nov (Reuters) – A Venezuela abriu negociações
com os credores nesta segunda-feira para renegociar sua dívida,
a fim de evitar um default que mergulhe sua economia em crise
ainda mais profunda.
O governo do presidente Nicolás Maduro convocou a Caracas os
investidores que detêm cerca de 60 bilhões de dólares em "junk
bonds", numa tentativa para reforçar as finanças públicas.
Embora Maduro tenha dito que mais de 400 investidores
participarão –ou 91 por cento dos detentores da dívida externa
da Venezuela, de acordo com ele–, muitos de fato estavam
evitando a reunião, em grande parte devido às preocupações com
as sanções dos Estados Unidos a altos funcionários venezuelanos.
Mas um punhado de investidores estrangeiros viajou de Nova
York, enquanto outros enviaram advogados ou representantes
locais, disseram testemunhas.
Os mercados estiveram otimistas na sexta-feira de que a
Venezuela continuaria honrando sua dívida, observando que o
governo de Maduro havia feito cerca de 2 bilhões de dólares em
pagamentos nas últimas duas semanas, embora atrasados.
((Tradução Redação São Paulo, 5511 5644-7732))
REUTERS PD ID


Assuntos desta notícia

Join the Conversation