Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

WASHINGTON, 12 Jun (Reuters) – A demanda crescente por soja
e milho dos EUA levou a um corte na previsão de estoques de
grãos pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA,
na sigla em inglês), disse o governo norte-americano nesta
terça-feira.
O USDA também aumentou sua estimativa para a produção de
trigo dos EUA em 2018/19, devido a pequenas melhoras em todas as
classificações do trigo de inverno.
O governo abaixou sua previsão para os estoques finais de
trigo para o ano depois de elevar sua estimativa para a
exportação em 25 milhões de bushels, o que operadores atribuíram
a uma previsão menor da colheita da Rússia.
O milho , a soja e o trigo , negociados em
Chicago, tiveram ralis para máximas da sessão depois que o
relatório foi divulgado.
"Nós temos um relatório altista aqui", disse Rich Nelson,
estrategista-chefe na Allendale. "Melhores expectativas de
demanda que estão dando suporte aos preços."
Em seu relatório mensal de oferta e demanda, o USDA estimou
os estoques finais de soja para 2017/18 a 505 milhões de
bushels, ante 530 milhões de bushel um mês atrás.
Para a temporada 2018/19, o USDA estima os estoques finais
de soja a 385 milhões de toneladas, uma queda ante sua previsão
de maio de 415 milhões de bushels, muito em decorrência de um
menor estoque inicial em 2017/18.
Em relação ao milho, o USDA estima estoques finais a 2,102
bilhões de bushels, 80 milhões de bushels a menos do que em
maio. Isso ficou abaixo das estimativas mínimas de analistas.
(Por Mark Weinraub; Reportagem adicional por Karl Plume)
((Tradução Redação São Paulo, +5511 5644 7721))
REUTERS IM RS


Assuntos desta notícia

Join the Conversation