Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

LISBOA, 14 Fev (Reuters) – O número de turistas estrangeiros
em visita a Portugal cresceu 12 por cento no ano passado e
alcançou um recorde de 12,7 milhões de pessoas, contribuindo
para o maior crescimento econômico do país desde 2000, mostraram
dados oficiais revelados nesta quarta-feira.
As receitas com turismo e viagens em geral representam cerca
de 10 por cento do Produto Interno Bruto (PIB) português, que
cresceu 2,7 por cento em 2017. O setor turístico também é uma
fonte crucial de emprego e um componente importante da
exportação de serviços.
Dados preliminares do Instituto Nacional de Estatísticas
(INE) também mostraram que as receitas totais dos hotéis do
país, incluindo o turismo doméstico, cresceram quase 17 por
cento e chegaram ao equivalente a 4,20 bilhões de dólares. Tanto
os visitantes quanto receitas se elevaram aproximadamente no
mesmo ritmo forte de 2016.
O turismo vem crescendo continuamente desde 2011, e centenas
de hotéis novos e milhares de apartamentos redecorados para
turistas foram abertos em todo Portugal, colocando o país entre
os três destinos de viagem mais procurados do mundo em 2018,
segundo a agência de viagens Lonely Planet.
Portugal atrai igualmente turistas, estrangeiros e nativos,
por suas praias, castelos medievais, golfe e também por alguns
dos preços mais baixos para comer e beber na Europa Ocidental.
No ano passado a pop star Madonna se tornou a mais ilustre de um
número crescente de moradores estrangeiros da nação ibérica.
Os turistas britânicos representaram o maior grupo de
visitantes no ano passado, mas com um aumento modesto de 1 por
cento em relação ao ano anterior, enquanto as visitas de
norte-americanos, poloneses e brasileiros deram um salto maior
–mais de 30 por cento.
(Reportagem de Andrei Khalip)
((Tradução Redação São Paulo, 5511 56447702))
REUTERS AC


Assuntos desta notícia

Join the Conversation