Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

DANANG, Vietnã, 10 Nov (Reuters) – O presidente dos Estados
Unidos, Donald Trump, apresentou uma mensagem forte sobre o
comércio em uma reunião com países da região Ásia-Pacífico no
Vietnã nesta sexta-feira, dizendo que o seu país já não pode
mais tolerar abusos comerciais crônicos e que vai insistir em
políticas justas e igualitárias.
Trump disse que os EUA estavam prontos para fazer um acordo
bilateral com qualquer país da região Ásia-Pacífico, mas apenas
com base em "respeito e benefício mútuos".
"Quando os EUA entrarem em um relacionamento comercial
com outros países ou outros povos, vamos esperar de agora em
diante que nossos parceiros sigam fielmente as regras", disse
ele em Danang.
"Esperamos que os mercados estejam abertos em igual nível
de ambos os lados e que o investimento privado, e não os
planejadores do governo, direcione o investimento", disse ele em
um discurso antes da cúpula dos líderes para a Cooperação
Econômica da região Ásia-Pacífico.
Trump chegou ao Vietnã depois de visitar a China, em sua
quarta etapa de uma viagem de 12 dias pela Ásia. Corrigir a
balança comercial entre a Ásia e os Estados Unidos está no
centro das políticas de Trump que ele diz que vão proteger os
trabalhadores dos EUA.
A diferença entre as abordagens de Trump e da China ficou
mais evidente por comentários do presidente chinês, Xi Jinping,
que disse que a globalização é uma tendência irreversível e
expressou apoio por acordos comerciais multilaterais.

Embora a China tenha, de longe, o maior superávit comercial
com os EUA, o Vietnã também está na lista dos países com
superávit que a administração de Trump procura reduzir.
(Por Steve Holland e Matthew Tostevin)
((Tradução Redação São Paulo, 55 11 5644 7509))
REUTERS TF CMO

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

Assuntos desta notícia

Join the Conversation