Clicky

MetaTrader 728×90

BEUNOS AIRES, 17 Mai (Reuters) – Funcionários de fábricas
processadoras de grãos da Argentina, maior exportador mundial de
farelo e óleo de soja, começaram nesta quinta-feira uma greve
por tempo indeterminado em todo o país, em rejeição às demissões
na agroexportadora Cargill , disse à Reuters um
sindicalista do setor.
Desde que anunciou no início do ano que substituiria dezenas
de trabalhadores para tornar seu negócio mais eficiente, a
Cargill enfrentou vários protestos sindicais.
Durante os protestos, a empresa suspende sua operação
alegando não poder garantir as condições de segurança.
"Tudo será afetado em nível nacional", disse Sergio Díaz,
secretário de imprensa do sindicato dos trabalhadores em
Rosario, onde está localizado o maior polo agroindustrial do
país sul-americano.
Díaz disse que a greve começaria no início da noite desta
quinta-feira.
((Tradução Redação São Paulo, +5511 5644 7721))
REUTERS IM RS


Assuntos desta notícia

Join the Conversation