Clicky

MetaTrader 728×90

MELBOURNE, 23 Nov (Reuters) – A Tesla concluiu a
construção da maior bateria de íons de lítio do mundo na
Austrália, e está a caminho de cumprir um prazo de 100 dias para
o projeto, informou o governo australiano nesta quinta-feira.
Em julho, a companhia venceu licitação para construir uma
bateria de 129 megawatts para a Austrália Meridional, o Estado
mais dependente de energia eólica do país, e o
presidente-executivo da empresa, Elon Musk, prometeu concluir a
instalação 100 dias após a assinatura do contrato ou fazê-lo
gratuitamente.
Quando o acordo foi assinado em 29 de setembro, a Tesla já
estava na metade do caminho de instalar a bateria.
Os chamados Tesla Powerpacks agora foram completamente
instalados em um parque eólico da francesa Neoenm e os testes
estão programados para começar.
"Enquanto outros estão apenas falando, estamos entregando
nosso plano de energia, tornando a Austrália Meridional mais
autossuficiente e fornecendo energia reserva e mais acessível
para nossos cidadãos neste verão", disse em comunicado o premiê
do Estado, Jay Weatherill.
O Estado ainda precisa informar quanto pagará pela bateria,
que faz parte de um plano de 510 milhões de dólares australianos
(390 milhões de dólares) que inclui geradores a diesel para
ajudar a manter a eletricidade após uma série de apagões nos
últimos 18 meses.
A operadora do mercado de energia da Austrália alertou que a
oferta de energia será apertada neste verão, particularmente na
Austrália Meridional e na vizinha Victoria, onde uma das maiores
usinas de energia de carvão do mercado foi fechada em março.
(Por Sonali Paul)
((Tradução Redação São Paulo; 55 11 56447553))
REUTERS GM PF


Assuntos desta notícia