Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

BANGCOC, 11 Jan (Reuters) – A Tailândia deve produzir
recordes de cana e de açúcar na safra 2017/18, em meio a
condições climáticas favoráveis no país, disse o governo nesta
quinta-feira.
Nos últimos dois anos, a Tailândia, segundo maior exportador
global de açúcar, sofreu com a pior seca em duas décadas,
seguida de fortes chuvas que interromperam os trabalhos
agrícolas em algumas regiões.
Mas o Conselho de Cana e Açúcar, sob o Ministério da
Indústria, prevê melhores rendimentos neste ano, já que o país
asiático está se recuperando dos problemas climáticos.
"Avaliando as condições climáticas, a produção de cana deve
ser de 107 milhões a 110 milhões de toneladas", disse à Reuters
o vice-secretário-geral do Conselho, Ekapat Wangsuwan.
A previsão é consideravelmente maior que as 93 milhões de
toneladas de cana que a Tailândia conseguiu produzir no
ano-safra passado. O recorde anterior foi de 105 milhões de
toneladas em 2014/15.
Segundo ele, a produção de açúcar deve ficar entre 11
milhões e 12 milhões de toneladas.
(Por Patpicha Tanakasempipat e Panarat Thepgumpanat)
((Tradução Redação São Paulo, 5511 56447765))
REUTERS JRG MN


Assuntos desta notícia