Clicky

MetaTrader 728×90

CHICAGO, 14 Mai (Reuters) – Os contratos futuros da soja
negociados na Bolsa de Chicago subiram 1,5 por cento nesta
segunda-feira, recuperando-se de uma mínima de mais de cinco
semanas em rodada de compras técnicas e por sinais de que a
demanda chinesa está melhorando, disseram operadores.
Os futuros do trigo caíram, a quarta sessão consecutiva de
perdas, para atingirem mínimas desde 26 de abril. Os futuros do
milho ficaram inalterados.
Os futuros da soja mergulharam para sua mínima desde 4 de
abril durante negociações "overnight" seguindo a perda de 1,3
por cento na sexta-feira.
"Nós ficamos um pouco baixo demais um pouco rápido demais",
disse Mark Schultz, analista chefe da Nosthstar Commodity
Investment Co.
Operadores citaram expectativas de que as compras da China
ganhem força em meio a sinais de menor tensão comercial com os
Estados Unidos.
Por fim, o contrato julho da soja fechou em alta de
14,50 centavos de dólar, a 10,1775 dólares o bushel.
Já o contrato julho do trigo na mesma bolsa caiu 7,50
centavos de dólar, para 4,9125 dólares o bushel.
Após alcançar máximas de múltiplos meses no início de maio
em meio a preocupações sobre o tempo seco nas planícies dos EUA
e outras importantes regiões produtoras ao redor do mundo, os
preços em Chicago foram derrubados pela previsão do governo
norte-americano de uma safra de trigo maior do que o esperada em
10 de maio, devido à volta das chuvas para as planícies dos EUA.
O milho para julho terminou inalterado a 3,9650
dólares o bushel.
(Por Mark Weinraub; Reportagem adicional por Julie
Ingwersen, Gus Trompiz e Naveen Thukral)
((Tradução Redação São Paulo, +5511 5644 7721))
REUTERS IM RS


Assuntos desta notícia

Join the Conversation