Clicky

Chart Trading 728×90

O diretor de Fiscalização do Banco Central (BC), Anthero de Moraes Meirelles, disse hoje que o sistema financeiro brasileiro está “rígido”, a despeito do momento desafiador de grandes incertezas políticas e de desafios na área econômica. Ele fez a declaração na abertura do Seminário Internacional de Planejamento da Recuperação e da Resolução Bancário, na sede do BC, em Brasília.

Anthero Meirelles disse que o sistema financeiro do Brasil está sólido e bem capitalizado. Mesmo assim, enfatizou a importância de se antecipar a crises. “A postura do supervisor deve ser a de nunca se acomodar”, disse.

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

O diretor de Regulação do BC, Otavio Ribeiro Damaso, que também participou da abertura do evento, disse que crises sempre trazem oportunidades de aprendizagem e melhorias, como a crise econômica internacional de 2008.

Para Damaso, naquele momento foram detectadas falhas no sistema financeiro internacional e se aprendeu a lidar com “instituições grandes demais para quebrar”. Ou seja, instituições financeiras grandes que se quebraram, segundo Damaso, geram problemas, não só no sistema financeiro, mas em toda a economia. Para conter isso, ele destacou o aperfeiçoamento da regulação e das práticas de supervisão.

“O objetivo principal é reduzir a probabilidade de quebra dessas instituições financeiras sistêmicas e, na sua ocorrência, mitigar seus efeitos sobre o sistema financeiro e sobre a economia real”, afirmou Damaso. Ele também disse que é importante que as próprias instituições se conheçam para que adotem ações preventivas, eliminando vulnerabilidades.

As informações são da Ag. Brasil


Assuntos desta notícia