Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

A produção média de petróleo e gás natural no Brasil registrada em junho deste ano foi de 3,21 milhões de barris de óleo equivalente por dia (MMboe/d), ultrapassando o recorde anterior obtido em agosto de 2015, quando foram produzidos 3,171 MMboe/d. Quando comparado ao mês anterior, o registro foi de 1,74% superior contra os 3,12 MMboe/d de maio. Os dados constam no Boletim de Exploração e Produção de Petróleo e Gás Natural e foram divulgados hoje pelo Ministério de Minas e Energia.

Considerando somente o petróleo, a produção média no período foi de 2,56 milhões de barris por dia (MMbbl/d), valor 2,85% superior ao registrado no mês anterior, que foi de 2,49 MMbbl/d. A produção de petróleo superou o recorde alcançado em agosto de 2015, quando foram produzidos 2,547 MMbbl/d.

MetaTrader 300×250

Em relação ao gás natural, a produção verificada foi de 103,5 milhões de metros cúbicos por dia (MMm³/d), superando o recorde anterior de 100,4 MMm3/d obtido em dezembro de 2015, e correspondendo a um aumento de 3,71% em relação ao mês de maio, quando foi produzido 99,8 MMm³/d.

Já os campos relativos ao horizonte geológico do pré-sal foram responsáveis pelo volume médio de 999,9 mil barris por dia (Mbbl/d) de petróleo, um aumento de 7,64% em relação a maio, com o volume de 928,9 Mbbl/d. Esses campos também produziram 38,1 MMm³/d de gás natural, um aumento de 10,43% em relação a maio, com 34,5 MMm³/d. No total, foram produzidos no horizonte geológico do pré-sal 1,240 MMboe/d de petróleo e gás natural, um aumento de 8,2% em comparação com maio, com a média de 1,15 MMboe/d.

Em junho, a produção total de petróleo e gás natural foi obtida a partir de 8.869 poços, sendo 773 marítimos e 8.096 terrestres. Os campos marítimos foram responsáveis por 94% do petróleo e 77,6% do gás natural produzido em todo o território nacional.


Assuntos desta notícia