Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

O IBGE apresentou hoje a quinta estimativa da safra nacional para o mês de maio de cereais, leguminosas e oleaginosas totalizando 228,1 milhões de toneladas, 5,2% inferior à de 2017 (240,6 milhões de toneladas), redução de 12,5 milhões de toneladas.

A estimativa da área a ser colhida foi de 61,2 milhões de hectares, acréscimo de apenas 43.260 hectares frente à área colhida em 2017. Em relação à estimativa de abril (230,0 milhões de toneladas), a produção caiu 0,8%, ou 1,9 milhão de toneladas, e a área teve o pequeno aumento de 4.521 hectares (0,0%). Somados, o arroz, o milho e a soja são 92,9% da estimativa da produção e 87,0% da área a ser colhida.

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

Em relação a 2017, houve alta de 2,6% na área da soja e reduções de 7,3% na área do milho e de 3,6% na área de arroz. Já a produção de soja deve alcançar seu recorde histórico com 115,8 milhões de toneladas, 0,7% maior que no ano passado, enquanto milho e arroz devem cair 15,1% e 7,0%, respectivamente.

Estimativa de maio em relação a abril de 2018

Em maio, destacaram-se as variações nas seguintes estimativas de produção em relação a abril: algodão herbáceo (4,5%), café canephora (4,1%), café arábica (2,9%), milho 1ª safra (0,2%), soja (0,1%), feijão 1ª safra (-0,2%), milho 2ª safra (-3,4%), feijão 3ª safra (-4,5%) e feijão 2ª safra (-5,1%).

Algumas culturas

Algodão herbáceo (em caroço) – A estimativa da produção foi de 4,7 milhões de toneladas, aumento de 4,5% em relação a abril.

Café (em grão) – Estimada em 3,4 milhões de toneladas, ou 57,1 milhões de sacas de 60 kg (aumento de 3,2% em relação a abril), a produção de café é recorde na série histórica. O rendimento médio aumentou 3,3%, em decorrência do clima. A estimativa da produção do café arábica, de 2,6 milhões de toneladas, ou 43,4 milhões de sacas de 60 kg, foi elevada em 2,9% em relação ao mês anterior, com o rendimento médio aumentando 3,2%.

Feijão (em grão) – Comparada ao mês de abril, houve uma redução de 1.085 hectares na estimativa para a área plantada com feijão total. O rendimento médio e a produção também sofreram reduções de 2,5% e 2,8%, respectivamente, em suas estimativas. A 1ª safra de feijão foi estimada em 1,6 milhão de toneladas (-0,2% frente abril).

Milho (em grão) – A estimativa de produção (84,6 milhões de toneladas) é 2,3% menor que em abril, refletindo a redução da estimativa da produção do Paraná (-2,2 milhões de toneladas ou -18,3%), que teve a segunda safra afetada por uma estiagem. O rendimento médio estimado declinou 18,1%. Para a primeira safra, a produção estimada foi de 25,7 milhões de toneladas, aumento de 0,2% em relação ao mês anterior.

Soja (em grão) – A estimativa da produção brasileira de soja, de 115,8 milhões de toneladas, aumentou 0,1% em relação ao mês anterior, com mais um recorde de produção nacional.

Estimativa de maio em relação à produção obtida em 2017

Dentre os 26 produtos pesquisados, dezessete apresentaram variação positiva na estimativa de produção em relação ao ano anterior


Assuntos desta notícia

Join the Conversation