Clicky

MetaTrader 728×90

A divulgação desta segunda-feira pelo grupo da Carta de Conjuntura do Ipea, o Indicador Ipea de Formação Bruta de Capital Fixo (FBCF) aponta alta de 0,8% em março em relação a fevereiro de 2018, na série com ajuste sazonal. Com isso, os investimentos cresceram 0,3% no primeiro trimestre do ano, em relação ao trimestre anterior, também na série ajustada sazonalmente. O destaque positivo foi, mais uma vez, o consumo aparente de máquinas e equipamentos (Came), que encerrou o primeiro trimestre com alta de 2,4%, depois do novo avanço de 2,2% em março.

Quando comparado ao mês de março de 2017, o FBCF registrou avanço de 3,4%. No trimestre, o resultado também foi positivo, com alta de 3,3% sobre o mesmo período do ano passado. Apenas no acumulado de 12 meses é verificada uma modesta queda de 0,1%.

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

“Levando em consideração o desempenho ainda anêmico da construção civil, o Came continua sendo o principal responsável pela trajetória de recuperação gradual observada nos investimentos”, explica Leonardo Mello de Carvalho, pesquisador do Ipea e autor do estudo.

Depois de duas quedas consecutivas, o indicador de construção civil avançou 0,2% na série dessazonalizada. No entanto, o setor encerrou o primeiro trimestre de 2018 com retração de 0,6% ante o último trimestre de ano passado.


Assuntos desta notícia