Clicky

MetaTrader 728×90

O levantamento feito pelo Banco Nacional de Empregos (BNE) divulgado nesta segunda-feira, revela aumento de 33% no número de acessos entre os meses de janeiro e março deste ano. O dado é em comparação ao último trimestre de 2017. Levantamento também mostra que candidatos estão atualizando seus currículos

Segundo a Organização Internacional do Trabalho (OIT), 2018 deve ser marcado por diminuição no índice de desemprego no Brasil. A leve aceleração econômica, somada à volta do crédito, movimenta o país desde o início do ano. Com novas possibilidades de consumo, comércio, serviços e indústrias investem em novos negócios e geram novas vagas de emprego.

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

A mudança já é sentida nas plataformas especializadas em divulgação de vagas e currículos. Potencializados pelas novas tecnologias, sites como o Banco Nacional de Empregos perceberam o aumento no número de acessos no primeiro trimestre de 2018. Entre janeiro e março de 2018, por exemplo, o BNE teve mais de dez milhões de acessos – 10.487.968, mais precisamente. Um aumento de 33,14% em relação ao último trimestre de 2017, quando a plataforma teve 7.877.120 acessos.

O levantamento divulgado pelo BNE considera as buscas feitas por candidatos e por empregadores. Segundo o presidente do Banco Nacional de Empregos, Marcelo Silva, o aumento significativo representa a retomada do cenário de empregos no Brasil e foi estimulado por um grande esforço de captação da própria empresa. Os números positivos dos indicadores econômicos levaram o BNE a concentrar suas ações na captação de novas vagas e candidatos.

Como resultado, o BNE também identificou um crescimento expressivo no número de currículos cadastrados. Entre os meses de janeiro e março de 2018, foram 884.754 novos currículos, quase 50% a mais do que no último trimestre de 2017, quando o número de currículos novos foi de 591 mil. Além disso, mais de dois milhões de currículos já cadastrados na plataforma foram atualizados nos primeiros meses deste ano.

A expectativa para os próximos meses é que o crescimento destes índices tenha continuidade. Segundo dados do IBGE, há uma tendência que o número de pessoas em busca de novas oportunidades de emprego aumente ao longo de todo o ano. Elas serão motivadas pela retomada da economia e, principalmente, pelas novas possibilidades de trabalho resultantes das mudanças na legislação trabalhista.


Assuntos desta notícia

Join the Conversation