Clicky

Chart Trading 728×90

O Banco Mercedes-Benz fechou sua primeira operação de financiamento por meio do novo Canal MPME, ferramenta lançada pelo BNDES no dia 26 de junho para facilitar acesso ao crédito por micros, pequenas e médias empresas. O contrato de Finame foi fechado para a compra do extrapesado Actros 2651, ano/modelo 2017 e mais duas caçambas basculantes. O valor total financiado nessa operação foi de R$ 428 mil. O Canal MPME é uma plataforma que permite que o pequeno empresário e o microempreendedor conheçam diretamente as linhas de crédito oferecidas pelo BNDES e submetam seu pedido de financiamento para os agentes financeiros cadastrados na plataforma.

“Isso reforça nossa expertise em sempre trabalhar com as melhores opções para ajudar a fomentar negócios para as pequenas e médias empresas. Essa iniciativa é uma importante porta de entrada e um facilitador que vai ajudar a ampliar o acesso ao crédito”, afirma o diretor comercial do Banco Mercedes-Benz, Diego Marin.

Profitchart Pro 300×250

Além dessa ferramenta, a instituição conta com um portfólio completo para melhor atender o cliente e facilitar o acesso ao crédito, como CDC (Crédito Direto ao Consumidor), Finame, Leasing Financeiro e Leasing Operacional, além das opções de seguros integrados aos planos de financiamento.

Como funciona

Destinado às pessoas jurídicas com faturamento anual de até R$ 300 milhões e pessoas físicas (desde que sejam transportadores de carga autônomos ou produtores rurais), o Canal MPME permite aos empresários e microempreendedores que façam um cadastro e manifestem, pela internet (www.bndes.gov.br/canal-mpme), seu interesse em obter crédito. Nessa plataforma, é possível identificar as linhas de crédito mais adequadas para o empreendimento, simular a operação e apontar agentes financeiros de sua preferência.

O sistema, então, permitirá que as instituições bancárias entrem em contato com o solicitante, permitindo que ele negocie as melhores condições e taxas bancárias.

O canal também pode ser acessado por dispositivos móveis (celulares e tablets).

 


Assuntos desta notícia