Clicky

MetaTrader 728×90

PEQUIM, 5 Jun (Reuters) – O setor de serviços da China
expandiu a um ritmo sólido e constante em maio, com as empresas
acelerando as contratações diante do mais forte otimismo para o
crescimento futuro em 11 meses, mostrou nesta terça-feira a
pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês)
do Caixin/Markit.
Entretanto, as empresas relataram crescimento mais lento das
novas encomendas e poder de precificação mais fraco, o que
indica competição intensa mesmo com os preços dos insumos
subindo a um ritmo mais forte.
O PMI de serviços do Caixin/Markit repetiu a taxa de abril
de 52,9, indicando expansão estável embora a um ritmo mais lento
do que mais cedo no ano. A marca de 50 separa crescimento de
contração.
O resultado ficou em linha com o PMI oficial de serviços
divulgado na semana passada, que mostrou ligeira alta em maio.
A China conta com um setor de serviços mais forte para
compensar a contribuição menor da indústria e do investimento em
ativos fixos no momento em que as autoridades buscam enfatizar
um crescimento econômico mais sustentável.
O subíndice de novos negócios caiu a 52,5 em maio de 53,0 em
abril, embora as empresas tenham contratado no ritmo mais forte
desde janeiro.
Os preços de insumos subiram a um ritmo mais rápido, com as
empresas dizendo que os custos mais altos foram provocados por
salários e custos relacionados a transportes.
Mas os preços cobrados aumentaram a um ritmo mais fraco,
mostrou a pesquisa, com as empresas citando a competição
acirrada.
(Reportagem de Elias Glenn)
((Tradução Redação São Paulo, 55 11 5644 7729))
REUTERS CMO


Assuntos desta notícia