Clicky

MetaTrader 728×90

(Repete texto publicado na noite de quarta-feira sem
alterações)
SÃO PAULO, 29 Nov (Reuters) – A Suzano está
informando clientes que vai elevar em 30 dólares os preços da
tonelada de celulose a partir de 1º de dezembro, informou uma
fonte do mercado nesta quarta-feira, em movimento que acompanha
reajustes anunciados recentemente por rivais.
O preço de lista da Suzano para a tonelada de celulose
vendida na América do Norte subirá para 1.190 dólares a partir
de dezembro. Na Europa, o preço vai avançar para 1.000 dólares e
na China será de 820 dólares, afirmou a fonte.
Desde o início do ano, os preços da Suzano avançaram cerca
de 300 dólares em meio a um quadro de alta demanda e estoques do
setor limitados afetados por paradas para manutenção de fábricas
e atrasos na entrada de novas capacidades produtivas no mercado.
Em meados deste mês, o presidente da Suzano, Walter Schalka,
chegou a mencionar cenário de risco de esgotamento de estoques
de celulose na Ásia diante de demanda crescente.
As rivais da Suzano no Brasil, Eldorado e Fibria já tinham
anunciado reajustes de preço da celulose para dezembro. A Fibria
informou há cerca de duas semanas aumento de 30 dólares para
todas as regiões e a Eldorado fez o mesmo na semana passada.
Mais cedo nesta quarta-feira, a Suzano anunciou início de
produção de papéis sanitários em fábrica no Maranhão, com
capacidade para até 60 mil toneladas por ano. Num primeiro
momento, a fábrica produzirá apenas "jumbo rolls" (bobinas
gigantes de papel), mas no início de 2018, parte dessa produção
será destinada à fabricação de produtos com marca própria para o
consumidor final, com foco nas regiões Nordeste e Norte.

(Por Alberto Alerigi Jr., edição de Aluísio Alves)
(([email protected]; 5511-5644-7753; Reuters
Messaging: [email protected]))

MetaTrader 300×250

Assuntos desta notícia