Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

(Repete texto publicado na noite de quarta-feira sem
alterações)
Por Gabriela Mello
SÃO PAULO, 2 Mai (Reuters) – A RD , ex-Raia
Drogasil, teve lucro líquido de 121,3 milhões de reais no
primeiro trimestre, superando em 16,6 por cento o resultado do
mesmo período de 2017, conforme o aumento de 12,2 por cento da
receita compensou uma alta nas despesas, informou a maior maior
rede de varejo farmacêutico do país, nesta quarta-feira.
O resultado operacional medido pelo lucro antes de juros,
impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado da RD
entre janeiro e março cresceu 11,5 por cento na comparação
anual, para 272,2 milhões de reais, enquanto a margem Ebitda
ficou estável em 7,6 por cento.
A companhia teve uma receita bruta consolidada de 3,6
bilhões de reais no primeiro trimestre, um avanço de 12,2 por
cento ante igual etapa de 2017. Considerando somente as redes de
drogarias, a RD faturou 3,445 bilhões de reais, 11,3 por cento
mais ano a ano.
No conceito mesmas lojas, o crescimento da RD foi de 2,7 por
cento, ante 10,5 por cento nos três primeiros meses do ano
passado, em razão de efeito calendário negativo de 0,6 por cento
e da "relevante desaceleração no mercado farmacêutico brasileiro
devido a razões macroeconômicas".
Apesar disso, o grupo elevou em 0,6 ponto percentual sua
participação no mercado nacional, para 12 por cento (incluindo
4Bio). "Aumentamos nossa participação de mercado em todas as
cinco regiões onde atuamos em um cenário de competição mais
acirrada, dada a aceleração de aberturas de outras redes com
presença nacional", informou a RD no material de divulgação do
balanço.
A companhia reiterou a expectativa de abertura de 240 lojas
por ano para 2018 e 2019. No primeiro trimestre, a RD abriu 44
novas unidades e fechou outras três, encerrando o período com um
total de 1.651 lojas em operação no país.
Em março, a empresa ingressou no Estado do Maranhão, com
inauguração de três lojas, e planeja para os próximos meses
iniciar as atividades no Pará.
As despesas com vendas cresceram 12,7 por cento nos três
primeiros meses do ano, para 675 milhões de reais, enquanto as
financeiras caíram 45,4 por cento na mesma base, para 16,1
milhões de reais.
A RD encerrou o mês de março com dívida líquida ajustada de
528,8 milhões de reais, ante 345,2 milhões de reais um ano
atrás. Enquanto isso, a alavancagem medida pela relação dívida
líquida sobre Ebitda subiu a 0,5 vez, de 0,3 vez no fim de março
do ano passado.

(Edição Alberto Alerigi Jr.)
(([email protected]; 551156447553; Reuters
Messaging: [email protected]))

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

Assuntos desta notícia