Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

12 Mar (Reuters) – O Estado de Roraima registrou blecautes
durante o final de semana devido a problemas em uma linha de
transmissão de energia na Venezuela que é responsável por parte
do abastecimento na região, afirmou a Eletrobras , que
controla a Eletrobras Distribuição Roraima, responsável pelo
fornecimento local.
Os problemas acontecem em meio à crescente crise da
Venezuela sob o governo de Nicolás Maduro, que tem visto uma
hiperinflação e problemas de abastecimento levarem a uma fuga em
massa de venezuelanos do país, inclusive para Roraima.
Autoridades brasileiras já afirmaram em ocasiões anteriores
que o colapso da Venezuela gera preocupação com o abastecimento
elétrico de Roraima, que importa parte de sua geração do país
vizinho por meio de uma linha de transmissão que especialistas
dizem que sofre de problemas crônicos de falta de manutenção no
lado venezuelano.
"Na tarde de sábado houve um desligamento na linha de
transmissão da Venezuela. Imediatamente o parque térmico da
Eletrobras Distribuição Roraima foi acionado e restabeleceu o
fornecimento de todo o sistema de Roraima, capital e interior",
afirmou a Eletrobras em nota.
A estatal disse que posteriormente, ainda no sábado,
"ocorreram desligamentos de energia causados por problemas
técnicos no sistema de distribuição", mas o fornecimento foi
retomado "pelo parque térmico da Eletrobras Distribuição
Roraima".
O envio de energia pelo sistema da Venezuela ao Estado,
segundo a Eletrobras, foi retomado na tarde de domingo, por
volta das 15 horas.
"O desligamento do suprimento de energia pela linha de
transmissão da Venezuela foi causado por galhos de árvores na
rede elétrica no trecho de Macagua/Las Claritas, na Venezuela e
foi identificado na manhã de domingo, e providenciado a remoção
dos galhos e solução dos danos causados", completou a
Eletrobras.
A estatal brasileira disse que no momento o fornecimento de
energia a Roraima já retornou à normalidade, com suprimento da
Venezuela e complementação pelo parque de termelétricas do
Estado.
Em meio a blecautes mais constantes em Roraima devido aos
problemas na Venezuela, autoridades do setor elétrico brasileiro
têm estudado diversas soluções para aumentar a confiabilidade do
suprimento no Estado da região Norte, inclusive a contratação de
mais termelétricas ou até sistemas de baterias, conforme
publicou a Reuters em novembro.

(Por Luciano Costa, de São Paulo
Edição de José Roberto Gomes)
(([email protected]; 5511 5644 7519;
Reuters Messaging: [email protected]
– Twitter: @AnaliseEnergia))

MetaTrader 300×250

Assuntos desta notícia