Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

Por Kate Duguid
NOVA YORK, 18 Jan (Reuters) – Os rendimentos dos Treasuries
de 10 anos alcançaram a máxima de 10 meses nesta quinta-feira
nos Estados Unidos, depois que a China divulgou que o
crescimento no quarto trimestre acelerou pela primeira vez em
sete anos.
O crescimento da China entre outubro e dezembro sobre o
mesmo período do ano anterior foi de 6,8 por cento. A
recuperação das exportações ajudou o país a registrar aceleração
anual, ante preocupações de que a intensificação dos controles
sobre a indústria e o crédito afetariam a expansão.
Após uma semana se aproximando de 2,60 por cento, o
rendimento do Treasury de 10 anos ultrapassou essa
marca e foi ao nível mais alto desde março de 2017. Os dados
fortes da China também pressionaram os títulos europeus, com os
rendimentos das notas alemãs de 10 anos indo a
0,595 por cento, o mais alto desde julho.
Às 14:48 (horário de Brasília), o rendimento do Treasury de
10 anos era de 2,6089, contra 2,578 por cento na véspera. O de
dois anos estava em 2,0475 por cento, após chegar a
2,060 por cento mais cedo, nível mais alto desde setembro de
2008.
Também ajudava a elevar os rendimentos o anúncio da Apple
de que abrirá novo campus, como parte de um plano de
investimento de 30 bilhões de dólares, e que fará pagamento
único de 38 bilhões de dólares em impostos de
repatriação.
((Tradução Redação São Paulo, 55 11 5644 7729))
REUTERS CMO PD


Assuntos desta notícia