Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

Por Jane Chung e Jessica Jaganathan
SEUL/CINGAPURA, 10 Nov (Reuters) – As refinarias da Coreia
do Sul planejam investir mais de 5 bilhões de dólares em
melhorias de instalações em resposta a regras mais rigorosas
para a produção do combustível utilizado pelos navios.
Os sul-coreanos esperam que os investimentos –que devem ser
realizados até 2020, antes da introdução das novas regras para a
produção de um combustível com menor teor de enxofre– tragam
benefícios para o setor no país.
Isso porque muitos concorrentes ainda estão esperando para
se comprometer com novos gastos.
"Nem todas as refinarias estão fazendo isso. As refinarias
sul-coreanas estão investindo de forma pró-ativa", disse Hwang
Yu-sik, analista da NH Investment & Securities.
"Os produtos com baixo teor de enxofre são mais caros e,
como resultado, (as refinarias) podem gerar lucros produzindo
óleo combustível de melhor qualidade."
Em 2016, a Organização Marítima Internacional (IMO, na sigla
em inglês), das Nações Unidas, limitou o total de enxofre nos
combustíveis de navios a partir de 2020 a 5 mil partes por
milhão (ppm), de 35 mil ppm atualmente.
A Coreia do Sul tem quatro refinarias de petróleo com uma
capacidade de refino combinada de 2,964 milhões de barris por
dia (bpd) e é um player de médio porte no mercado asiático de
combustível marítimo, de acordo com analistas.
(Por Jane Chung, em Seul, e Jessica Jaganathan, em
Cingapura; reportagem adicional de Roslan Khasawneh)
((Tradução Redação São Paulo, 5511 56447765))
REUTERS JRG RS


Assuntos desta notícia

Join the Conversation