Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

11 Jan (Reuters) – A proposta da administração do presidente
Donald Trump de abrir quase todas as áreas no mar dos EUA para
perfuração em busca de petróleo e gás poderá desbloquear até 65
mil milhões de barris de óleo equivalente (boe), atraindo
milhares de milhões de dólares em investimentos, disse a
consultoria Rystad Energy.
Na semana passada, o secretário do Interior dos EUA, Ryan
Zinke, disse que um programa em elaboração poderia fazer com que
90 por cento da área costeira fosse colocada à disposição para
arrendamento a perfuradores, um recorde nacional.
"Olhando puramente para áreas que, potencialmente, vão sair
da restrição, estamos a falar de algo mais próximo de 65 mil
milhões de boe", disse Sonia Passos, analista sénior da Rystad,
uma grande consultora independente do sector, numa nota na
semana passada. (http://bit.ly/2CJpiyw)
Esse número exclui o potencial de recursos das áreas
ocidental e central do Golfo do México, mas inclui a região
leste, afirmou.
No entanto, a proposta de perfuração já enfrentou
resistências. Na terça-feira, a administração do presidente
Donald Trump disse que não permitiria a exploração da costa da
Flórida, após advertência do governador do Estado.
"O potencial de recursos nas bacias na proximidade directa
da Flórida, em conjunto, pode manter cerca de mil milhões a 1,5
mil milhões de boe, de modo que ao excluir aquelas áreas o
quadro não sofrerá mudanças de forma dramática", disse Passos à
Reuters nesta quarta-feira.
(Por Nivedita Bhattacharjee em Bangalore)

(Traduzido para português por Sérgio Gonçalves)
(([email protected]; +351213509204; Reuters
Messaging: [email protected]))

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

Assuntos desta notícia