Clicky

MetaTrader 728×90

10 Jan (Reuters) – A proposta da administração do presidente
Donald Trump de abrir quase todas as áreas em mar dos EUA para
perfuração em busca de petróleo e gás poderia desbloquear até 65
bilhões de barris de óleo equivalente (boe), atraindo bilhões de
dólares em investimentos, disse a consultoria Rystad Energy.
Na semana passada, o secretário do Interior dos EUA, Ryan
Zinke, disse que um programa em elaboração poderia fazer com que
90 por cento da área costeira fosse colocada à disposição para
arrendamento a perfuradores, um recorde nacional.
"Olhando puramente para áreas que, potencialmente, vão sair
da restrição, estamos falando de algo mais próximo de 65 bilhões
de boe", disse Sonia Passos, analista sênior da Rystad, uma
grande consultoria independente de rastreamento do setor, em uma
nota na semana passada. (http://bit.ly/2CJpiyw)
Esse número exclui o potencial de recursos das áreas
ocidental e central do Golfo do México, mas inclui a região
leste, disse ela.
No entanto, a proposta de perfuração já enfrentou
resistências. Na terça-feira, a administração do presidente
Donald Trump disse que não permitiria a exploração da costa da
Flórida, após advertência do governador do Estado.
"O potencial de recursos nas bacias na proximidade direta da
Flórida, em conjunto, pode manter cerca de 1 bilhão a 1,5 bilhão
de boe, de modo que ao excluir aquelas áreas o quadro não
sofrerá mudanças de forma dramática", disse Passos à Reuters
nesta quarta-feira.
(Por Nivedita Bhattacharjee em Bangalore)
((Tradução Redação Rio de Janeiro, 5521 2223-7104))
REUTERS MN JRG


Assuntos desta notícia