Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

BRUXELAS, 14 Fev (Reuters) – A produção industrial da zona
do euro saltou mais do que o esperado em dezembro, impulsionada
pela fabricação de bens de consumo duráveis e bens
intermediários, destacando a taxa de crescimento econômico mais
rápida em uma década, mostraram nesta quarta-feira dados da
agência de estatísticas da União Europeia, Eurostat.
A Eurostat informou que a produção industrial nos 19 países
que usam o euro subiu 0,4 por cento sobre o mês anterior e
registrou alta de 5,2 por cento na base anual. Economistas
consultados pela Reuters projetavam alta de 0,2 por cento na
base mensal e de 4,2 por cento sobre o ano anterior.
A agência de estatísticas confirmou a estimativa preliminar
de expansão do Produto Interno Bruto (PIB) na zona do euro no
quarto trimestre de 2017 de 0,6 por cento sobre os três meses
anteriores e de 2,7 por cento contra o mesmo período de 2016.
Em 2017, o PIB da zona do euro cresceu 2,5 por cento, taxa
de crescimento mais rápida desde os 3 por cento de 2007.
"Para o ano de 2018, uma forte alta de 2,5 por cento ainda é
provável, mesmo que os estatísticos tenham revisado ligeiramente
para baixo dados anteriores", disse em nota o economista-chefe
do Commerzbank, Joerg Kraemer.
(Reportagem de Jan Strupczewski)
((Tradução Redação São Paulo, 55 11 5644 7729))
REUTERS CMO


Assuntos desta notícia

Join the Conversation