Clicky

MetaTrader 728×90

Por Dominique Patton e Hallie Gu
PEQUIM, 17 Abr (Reuters) – A produção de carne suína da
China aumentou 2,1 por cento no primeiro trimestre, para 15,4
milhões de toneladas, em comparação com igual período do ano
anterior, mostraram dados oficiais nesta terça-feira, após
produtores acelerarem os abates em razão de um rápido declínio
nos preços.
Os preços do suíno vivo na China despencaram cerca de 30 por
cento no primeiro trimestre, em uma das maiores quedas já
registradas, após um aumento significativo na produção.
A queda no preço levou alguns produtores a enviar mais
suínos para o abate, em meio a preocupações de que os preços
sofreriam mais pressão no final do ano.
O número de suínos abatidos subiu 1,9 por cento, para 199,8
milhões de cabeças, informou o Departamento Nacional de
Estatísticas, enquanto o efetivo total diminuiu 1,2 por cento,
para 415,2 milhões de cabeças.
A China é o maior produtor de carne suína do mundo e seu
plantel responde por mais da metade do total global.
((Tradução Redação São Paulo, 5511 56447765))
REUTERS JRG RS


Assuntos desta notícia

Join the Conversation