Clicky

MetaTrader 728×90

CIDADE DO MÉXICO, 19 Jan (Reuters) – O presidente do México,
Enrique Peña Nieto, indicou a autoridade do Ministério das
Finanças Irene Espinosa como a primeira mulher a sentar no
conselho do banco central do país, relataram o Wall Street
Journal e a mídia local nesta quinta-feira, citando uma
notificação enviada a parlamentares.
Uma autoridade sênior confirmou a indicação, que é esperada
para ser confirmada pelo Senado. O escritório do presidente não
pôde ser contatado para comentários.
Irene é tesoureira do Ministério das Finanças desde 2009, e
irá preencher a vaga deixada pelo recém-empossado chefe do Banco
de México, Alejandro Díaz de León.
O conselho de cinco pessoas do banco central é responsável
por estabelecer as taxas de juros, atualmente em 7,25 por cento,
o nível mais alto em quase nove anos.
O índice de inflação anual do México subiu para a máxima de
16 anos e meio em 2017, segundo dados deste mês, colocando
pressão sobre o banco central e seu novo chefe para agir
novamente no mês que vem para conter a inflação após aumentar
custo de empréstimos no encontro de política monetária de
dezembro.
Irene foi professora da universidade mexicana Itam, um berço
de muitos dos principais políticos econômicos do país, entre
1997 e 2000 e trabalhou no Banco Interamericano de
Desenvolvimento.
((Tradução Redação São Paulo, 5511 5644-7732))
REUTERS PD


Assuntos desta notícia