Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

RIO DE JANEIRO, 13 Abr (Reuters) – A Pré-Sal Petróleo S.A.
(PPSA) prevê realizar em 16 de maio o primeiro leilão na bolsa
paulista B3 para venda de petróleo da União, produzido no
pré-sal, em áreas de partilha de produção, informou nesta
sexta-feira a companhia, responsável por comercializar o
petróleo do governo brasileiro.
O edital, com as regras para o certame, que irá celebrar
contratos de compra e venda do petróleo da União no campo de
Mero, Sapinhoá, Lula e Tartaruga Verde, foi publicado no site da
companhia.
A PPSA informou que o edital ficará aberto para consulta
pública até o dia 24 de abril. Nesse período, receberá sugestões
e dúvidas, responderá às manifestações e realizará eventuais
alterações no edital.
"Em uma única sessão pública serão leiloados quatro
contratos, que poderão ser adquiridos por um único comprador ou
por empresas diferentes", disse a PPSA em nota.
O vencedor irá adquirir toda a produção do respectivo campo
durante um ano, remunerando a União a cada retirada de carga, de
acordo com a proposta de preços ofertada no leilão, baseada no
Preço de Referência do Petróleo (PRP), determinado mensalmente
pela Agência Nacional de Petróleo (ANP).
Em nota, o presidente da Pré-Sal Petróleo, Ibsen Flores,
afirmou que a companhia está propondo a possibilidade de
formação de consórcios entre empresas estrangeiras e/ou fundos
de investimentos associados a empresas portadoras da logística
necessária à retirada das cargas.
O objetivo, segundo o executivo, é incentivar um número
maior de participantes no leilão.
"Este modelo oferece previsibilidade de embarque para as
empresas e para a União e garante um fluxo de recursos já
definido", disse Flores.

(Por Marta Nogueira
Edição de José Roberto Gomes)
(([email protected]; +55 21 2223 7104; Reuters
Messaging: [email protected]))

MetaTrader 300×250

Assuntos desta notícia

Join the Conversation