Clicky

MetaTrader 728×90

Por Jonathan Cable
LONDRES, 4 Mai (Reuters) – A expansão empresarial da zona do
euro perdeu força de novo em abril mas o cenário permanece ainda
relativamente bom uma vez que as novas encomendas permaneceram
fortes, mostrou nesta sexta-feira a pesquisa Índice de Gerentes
de Compras (PMI, na sigla em inglês).
O PMI Composto final do IHS Markit para a zona do euro caiu
para a mínima de 15 meses de 55,1 em abril, ante 55,2 em março e
preliminar de 55,0, mas ainda acima da marca de 50 que separa
crescimento de contração. Foi o nível mais baixo desde janeiro
de 2017.
"Apesar da queda, o PMI ainda não está em um nível
preocupantemente baixo, mas os detalhes da pesquisa indicam mais
enfraquecimento nos próximos meses", disse Chris Williamson,
economista-chefe do IHS Markit.
O PMI do setor de serviços caiu para 54,7 de 54,9 em março,
contra preliminar de 55,0. A desaceleração aconteceu apesar de
os fornecedores de serviços terem elevado os preços a uma taxa
menos forte –o índice de preços de produção caiu a mínima de
sete meses de 51,8 ante 52,1.
((Tradução Redação São Paulo, 55 11 5644 7729))
REUTERS CMO


Assuntos desta notícia