Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

SÃO PAULO, 10 Nov (Reuters) – O plantio de soja da safra
2017/18 do Brasil ganhou ritmo e teve o maior avanço semanal da
temporada, beneficiado pelas chuvas na maioria dos Estados
produtores do maior exportador global da oleaginosa, informou
nesta sexta-feira a consultoria AgRural.
Produtores brasileiros haviam plantado, até quinta-feira, 57
por cento da área prevista com soja, registrando um avanço de 14
pontos percentuais ante a semana anterior.
"Com o bom desempenho, o índice conseguiu superar
ligeiramente a média de cinco anos, que para esta semana é de 56
por cento, e diminuir a desvantagem em relação ao ano passado,
que agora é de seis pontos percentuais (63 por cento)", afirmou
a consultoria.
Até a semana passada, a diferença entre o total plantado
nesta safra e no mesmo período da temporada anterior era de dez
pontos, devido à escassez de chuva que segurou os trabalhos,
especialmente na região central do Brasil.
"Quem puxou o ritmo de plantio nesta semana foi o
Centro-Oeste, que avançou 17 pontos em sete dias. Mas a região
tem alguns problemas herdados da irregularidade das chuvas em
outubro, especialmente em Mato Grosso e Goiás, onde algumas
lavouras têm stand irregular, com possível efeito negativo sobre
a produtividade", afirmou a consultoria.
Mato Grosso do Sul lidera o ritmo de plantio na região, com
91 por cento de sua área já semeada. Em seguida vêm Mato Grosso,
com 79 por cento, e Goiás, com 53 por cento.
No Sul do país, o Paraná já tem 80 por cento de sua área
plantada.
"A previsão de tempo mais quente e seco na próxima semana é
bem-vinda no Estado, pois as temperaturas relativamente baixas e
o céu constantemente encoberto das últimas semanas já causam
certa preocupação entre os produtores, que temem alongamento do
ciclo das lavouras", afirmou a AgRural.
A semana também teve condições predominantemente favoráveis
ao plantio na região conhecida como Matopiba. Até quinta-feira,
a área plantada chegou a 10 por cento no Maranhão, 7 por cento
no Tocantins, 3 por cento no Piauí e 15 por cento na Bahia.
No fim de outubro, a AgRural estimou a produção brasileira
de soja em 110,2 milhões de toneladas, com base em uma área de
34,7 milhões de hectares (+2,2 por cento anuais) e linha de
tendência de produtividade.
Na safra passada, o Brasil produziu um recorde de 114,1
milhões de toneladas, com as lavouras sendo beneficiadas por um
clima excelente, que dificilmente vai se repetir em 2017/18,
segundo especialistas.

(Por Roberto Samora; edição de José Roberto Gomes)
(([email protected] 5511 5644 7751 Reuters
Messaging: [email protected]))

MetaTrader 300×250

Assuntos desta notícia

Join the Conversation