Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

NOVA YORK, 15 Mai (Reuters) – Os preços dos petróleo
terminaram firmes depois de recuarem de máximas em anos
atingidas no início do dia nesta terça-feira, apoiados por
preocupações de que sanções dos Estados Unidos sobre o Irã
possam restringir as exportações de petróleo de um dos maiores
produtores do Oriente Médio.
Os futuros do petróleo Brent encerraram a 78,43
dólares por barril, alta de 0,20 dólar, ou 0,3 por cento, depois
de tocarem um pico na sessão de 79,47 dólares por barril, máxima
desde novembro de 2014.
Os futuros do petróleo dos EUA (WTI) encerraram com
alta de 0,35 dólar, ou 0,5 por cento, a 71,31 dólares o barril,
também não muito distante do pico no dia de 71,92 dólares,
máxima desde novembro de 2014.
A diferença entre os dois contratos de referência aumentou
brevemente para mais de 8 dólares o barril, maior distância
desde abril de 2015, refletindo o aumento da oferta de petróleo
norte-americana e uma maior risco geopolítico para os petróleos
baseados no Brent.
"Os preços do petróleo nos EUA despencaram com um dólar
forte", disse Phil Flynn, analista do Price Futures Group em
Chicago. "O Brent está precificando a idéia de que todo o risco
para o fornecimento está no exterior – há uma preocupação de que
toda a oferta que está apertada na Europa só vai ficar cada vez
mais apertada".
Os preços mundiais do petróleo subiram mais de 70 por cento
no último ano, uma vez que a demanda aumentou drasticamente,
enquanto a produção foi restringida por um acordo entre a
Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), liderada
pela Arábia Saudita, e outros produtores, incluindo a Rússia.
(Por Jessica Resnick-Ault; Reportagem adicional por Henning
Gloystein e Christopher Johnson)
((Tradução Redação São Paulo, +5511 5644 7721))
REUTERS IM LC


Assuntos desta notícia

Join the Conversation