Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

NOVA YORK, 11 Out (Reuters) – Os preços do petróleo subiram
pelo terceiro dia consecutivo nesta quarta-feira, após a
Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) projetar
maior demanda em 2018 e as tensões elevadas no Curdistão darem
sustentação.
O petróleo Brent fechou em alta de 0,33 dólar, ou
0,6 por cento, a 56,94 dólares por barril. O barril dos EUA
fechou em alta de 0,38 dólar, ou 0,8 por cento, a 51,30
dólares por barril.
Nesta quarta-feira, a Opep projetou maior demanda por
petróleo em 2018 e disse que seu acordo de produção com
produtores rivais estava limpando o excedente após mais de três
anos.
As exportações de petróleo estão entrando no mercado em
ritmo recorde, mas o segundo maior operador de petróleo do
mundo, a Glencore , disse que a demanda deverá ser forte
o bastante para absorver os volumes, junto àqueles de
concorrentes no Mar do Norte e oeste da África.
"Eu acho que o mercado é capaz de absorver esses 2 milhões
de barris por dia de exportações dos EUA facilmente", disse o
chefe de trading de petróleo da Glencore, Alex Beard, durante o
Reuters Global Commodities Summit. "Eu não acho que há muitos
perdedores lá fora."
Paralelamente, forças do governo iraquiano e paramilitares
iraquianos com treinamento iraniano estão preparando um grande
ataque sobre forças curdas na região rica em petróleo de Kirkuk
e perto de Mosul, no norte do Iraque, disse o Governo Regional
do Curdistão (KRG, na sigla em inglês).
(Por Julia Simon; reportagem adicional de Libby George,
Roslan Khasawneh e Henning Gloystein)
((Tradução Redação São Paulo, 5511 56447765))
REUTERS LM JRG


Assuntos desta notícia